IMPACTO: empresa social capta R$ 1,2 milhão em investimentos

IMPACTO: empresa social capta R$ 1,2 milhão em investimentos

A IMPACTO, empresa social que oferece plataforma tecnológica para conectar doadores em potencial a organizações da sociedade civil que necessitam de apoio para se estruturar e crescer, anunciou a captação de R$ 1,2 milhão junto a investidores institucionais e pessoas físicas. Sediada no Rio de Janeiro, a empresa “busca facilitar e disseminar a cultura de doações no Brasil, conectando investidores sociais a organizações da sociedade civil sérias e selecionadas a dedo”. Além disso, a IMPACTO está implementando um sistema de inteligência de dados a partir das motivações e do comportamento de quem investe em projetos humanitários, para simplificar os processos de contribuição e proporcionar segurança, transparência e rastreabilidade dos impactos gerados.

De acordo com a empresa, um dos grandes desafios é fazer com que as contribuições destinadas a OSCs sejam percebidas não como doações, mas como verdadeiros investimentos. “Na cultura da doação, os benefícios são vistos de forma unilateral: a pessoa doa o dinheiro, mas é como se os efeitos ficassem restritos à organização que o recebeu, sem beneficiar a vida de quem contribuiu. Ao falarmos de investimento social, colocamos o indivíduo como agente de transformação, que entende que, ao apoiar um projeto, gera valor para toda a cadeia produtiva e está investindo em um futuro melhor para a sociedade. A tecnologia e a inteligência de dados nos permitem criar uma rede de colaboração e confiança, que coloca cada vez mais pessoas no papel de investidor a partir da percepção de que é rápido, fácil e vantajoso gerar impacto positivo em qualquer lugar, sem dúvida ou necessidade de estar na linha de frente”, afirma a fundadora e CEO da IMPACTO, Camila Soares.

Fundada em 2016, a IMPACTO já arrecadou mais de R$ 500 mil para beneficiar os projetos da plataforma. Entre as principais ações até o momento está a Campanha AÇÃO IMPACTO Covid-19, que arrecadou mais de R$ 117 mil e 19 mil cestas básicas para alimentar e ajudar 93 mil pessoas, de 35 localidades, durante a pandemia. Em entrevista para O Globo, Camila afirmou que a empresa social já captou junto a fundos, instituições e pessoas físicas. “Todos eles são venture builders, pessoas bem-sucedidas e que querem devolver algo à sociedade.” Ela ainda completa que acredita que, até o fim do ano, possam alcançar R$ 2,5 milhões.

Leia também: Doações no Brasil somaram mais de R$ 10 bilhões em 2020, segundo Pesquisa Doação Brasil

Recentemente, a IMPACTO lançou uma nova campanha online, focada em seis iniciativas de educação espalhadas pelo Brasil. O trabalho foi desenvolvido por meio de estudos que mostraram que, para manter um aluno em sala de aula, há um custo médio de R$ 300 por mês, que inclui materiais escolares, uniformes, alimentação, pagamento de professores e infraestrutura. Há, ainda, uma campanha de artes marciais em andamento, para apoiar cinco organizações que acolhem centenas de crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade, com projetos de envolvimento com o esporte, e uma focada em saúde prevista para o mês de novembro.

No caso das iniciativas de educação, as doações podem ser feitas nos valores de R$ 50 a R$ 12.000 e todo processo é dividido em 4 etapas: A IMPACTO entende o que as OSCs precisam; os valores são arrecadamos através de Campanhas; são repassados os valores para as OSCs e publicado a prestação de conta na plataforma da empresa social.