Tecnologias Inovadoras de 2017: Drones

Quando pensamos em formas de resolver problemas mundo afora, a solução pode não estar bem debaixo de nosso nariz, mas sim acima de nossas cabeças. Hoje, ao falarmos sobre drones, você pode pensar em inovações na área de entregas de produtos ou até mesmo em ações de contraterrorismo, mas é importante lembrar que esses novos veículos voadores ocupam um lugar de destaque quando abordamos grandes questões sociais da atualidade.

Embora a temática venha acompanhada de uma série de adversidades (como problemas com privacidade, ética e custo), quando a tecnologia é usada de forma responsável, abre-se um mundo de possibilidades para aqueles que desejam realizar ações de impacto na sociedade.

Hoje, em mais um momento em que olhamos pra trás para analisar o que 2017 trouxe de impacto positivo no quesito Inovação Social, queremos te apresentar algumas das muitas formas como os drones podem nos ajudar a enfrentar problemas mundiais diariamente.

  • Ajuda Humanitária

Não é de hoje que os drones se mostram úteis quando é necessário realizar ações que buscam aliviar as consequências de desastres. Em 2013, drones auxiliaram organizações de ajuda humanitária a identificar áreas com pessoas que precisavam de ajuda nas Filipinas; em 2014, eles foram usados para localizar minas terrestres que foram deslocadas após as inundações nos Bãlcáns; e, em 2015, documentaram as consequências do terremoto no Nepal.

Agora, empresas estão testando formas de fazer com que os drones realizem entregas de ajuda humanitária, além de apenas informar as organizações aonde elas devem ir.

O Projeto Pouncer, que apareceu no início do ano aqui no InovaSocial, foi criado para fazer exatamente isso. Criado por Nigel Gifford, um veterano da Marinha britânica, o Pouncer tem capacidade para transportar até 50 kg de alimentos e medicamentos com uma precisão de 10 metros em um raio de 40 km de distância. Além disso, o robô pode ser desmontado para ser utilizado como combustível ou até mesmo para construir um abrigo, graças à sua estrutura de madeira leve.

  • Emergências Médicas

Como ajudar pessoas que precisam de assistência médica em áreas rurais que não são acessíveis de ambulância? A resposta para essa questão pode ter uma única palavra: drones.

Desenvolvido por uma empresa chinesa, o Ehang 184 tem capacidade de transportar seres humanos, ele já foi apresentado e testado ao vivo em várias feiras de tecnologia ao redor do mundo e, além disso, a Lung Biotechnology PBC (Maryland, EUA), também anunciou parceria com a empresa, a fim de customizar 1.000 modelos para que eles também estejam aptos a transportar órgãos.

Outra ação em andamento também já apareceu aqui no InovaSocial e tem o objetivo de transportar amostras de sangue por longas distâncias. Para conferir os detalhes do estudo feito pelo professor Timothy Amukele, da Universidade Johns Hopkins (Baltimore, Maryland, EUA), clique aqui.

  • Missões de busca e resgate de refugiados

Vimos inúmeras soluções tecnológicas para ajudar a reduzir a crise global de refugiados, mas os drones são particularmente úteis – e no Mediterrâneo, onde cerca de 900 refugiados e migrantes morreram tentando chegar à Europa este ano, essa tecnologia está salvando vidas.

A ONG Migrant Offshore Aid Station (MOAS) começou a enviar drones em 2015 a partir de seu navio de resgate de emergência, o M.Y. Fénix. Usando drones, é possível encontrar navios que transportam refugiados e informar suas coordenadas, facilitando ações de resgate.

Segundo Regina Catrambone, fundadora e da ONG, os drones se tornaram uma parte vital de seus esforços.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Deixe uma resposta

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail