Restor: Mapeando o potencial global para a restauração das florestas

Restor: Mapeando o potencial global para a restauração das florestas

Com todos os problemas ambientais do planeta, pode ser difícil enxergar que também existem agentes de mudança desenvolvendo soluções para esses problemas. Em todo o mundo, pessoas estão trabalhando para restaurar a natureza e existem diversas ideias boas; mas organizar e visualizar este trabalho é uma tarefa gigantesca – que uma plataforma online chamada Restor está trabalhando para realizar.

Restor é uma plataforma de código aberto baseada em mapas que combina conhecimento prático, pesquisa de ecossistemas e imagens de satélite para que as pessoas possam planejar, gerenciar e monitorar melhor os projetos de restauração de florestas.

Os locais de mais de 50.000 iniciativas de restauração e conservação estão agora registrados no Restor, bem como dados de mais de 60.000 cientistas sobre parâmetros ambientais como clima, temperatura, precipitação, espécies locais de plantas e árvores, características do solo e muito mais.

“O Restor tornará todo o mundo da conservação e restauração ambiental acessível em qualquer smartphone”, disse Thomas Crowther, professor do Instituto Federal Suíço de Tecnologia em Zurique (ETH Zürich), que faz parte da equipe que desenvolveu o Restor. “Fizemos isso desenvolvendo uma espécie de Google Earth para orientar a restauração de todos os tipos de ecossistemas da Terra.”

A ideia da plataforma teve origem no Crowther Lab da ETH Zürich em 2017, onde pesquisadores criam mapas de ecossistemas globais usando modelos de aprendizado de máquina, dados de campo, imagens de satélite e informações ambientais. Em 2020, em colaboração com o Google, o Crowther Lab começou a trabalhar com cientistas, comunidades e grupos ambientais para transformar o Restor em um ecossistema online funcional. Sediada na Suíça, a Restor é agora sua própria organização e é propriedade de uma organização sem fins lucrativos.

What is Restor?What is Restor?

Usando a plataforma, os usuários do Restor podem visualizar regiões da Terra com uma resolução de até 50 centímetros e aprender sobre seu potencial de restauração ou conservação. O laboratório Crowther também desenvolveu um modelo que permite aos pesquisadores determinar quais espécies de árvores são nativas de um determinado local para servir como um guia útil para os esforços de reflorestamento.

Atualmente, o Restor está coletando dados de projetos de restauração em todo o mundo. Qualquer pessoa com um projeto pode se inscrever para ter acesso ao site, onde poderá inserir dados sobre seu projeto e ecossistema. Os gerentes de projeto têm a opção de salvar seus projetos de forma pública ou privada. Todos os dados públicos serão disponibilizados na plataforma, como parte do evento Countdown, do TED, que acontecerá em 30 de outubro.

“Se a restauração das florestas vai se tornar um movimento global, como muitos de nós esperamos,, precisamos de plataformas como o Restor para mostrar onde as iniciativas estão ocorrendo, quem as está implementando, o que estão fazendo, quais são suas necessidades, e como o trabalho está progredindo”, diz Robin Chazdon, “Todos os esforços, pequenos e grandes, são importantes e podem se beneficiar do envolvimento com a plataforma Restor.”

Para complementar a leitura, recomendamos o play nesta TED Talks apresentada por Thomas Crowther, professor do ETH Zürich.

__

Créditos: Imagem Destaque – Favious / Shutterstock