ONG capacita empreendimentos turísticos de impacto na Bahia

ONG capacita empreendimentos turísticos de impacto na Bahia

No sul da Bahia, o Projeto Turismo + Sustentável iniciou seu programa de mentoria e capacitação gratuita. A iniciativa da ONG Conservação Internacional (CI-Brasil) selecionou, ao todo, 10 empreendimentos locais ligados ao turismo com impacto socioambiental foram selecionados e já começaram a participar do programa de seis meses de mentoria virtual gratuita em empreendedorismo, gestão de negócios, inovação, turismo sustentável, comunicação e marketing. Ao final, eles também receberão um investimento semente, oferecido pelo projeto. 

Foram selecionados empreendimentos que têm relação direta ou indireta com a atividade turística, como agências, receptivos e guias turísticos, pousadas e associações locais, entre outros, que geram impactos socioambientais positivos e atuam em pelo menos um dos oito municípios do projeto no Estado da Bahia: Nova Viçosa, Caravelas, Alcobaça, Prado, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Belmonte e Canavieiras. São eles:

  • Bahia Active
  • Barracas do Pontal
  • Canto de Jurema
  • Casa Paixão Caraíva
  • Ecoturismo Ambiental
  • Operadora TBC Resex Canavieiras
  • Pousada Chez Amado
  • Scuba Turismo
  • Terra Brazilis
  • Trilha Maturembá – Aldeia Tibá

Os negócios foram bem distribuídos no território de atuação do projeto e representam diferentes segmentos. As mentorias, executadas pela Raízes Desenvolvimento Sustentável, estão acontecendo remotamente, de uma a duas vezes por semana, e consistem em aulas e palestras em grupo e mentorias individuais.

São três mentores fixos que darão diversas aulas e mentorias individuais, como Gestão de Negócio e Empreendedorismo, Marketing e Comunicação e Turismo Sustentável, além de outros consultores que são envolvidos pontualmente conforme o tema. Os negócios estão sendo diagnosticados e avaliados pelos mentores. Após três e seis meses, novas avaliações serão feitas para mensurar a evolução. 

“Ao final dos seis meses queremos ter no mínimo um MVP (Produto Mínimo Viável) de cada negócio implantado e testado no mercado, por exemplo, um novo roteiro integrado, fomentando visitação em unidades de conservação”, comenta Thais Guimarães, da ONG Conservação Internacional. “Até o final da mentoria faremos um investimento semente em cada negócio, no valor total de R$160 mil, distribuídos entre os 10 selecionados, mediante as necessidades que serão priorizadas entre os mentores e os empreendedores”, finaliza. Este recurso, segundo Thais, é proveniente do projeto Turismo + Sustentável, criado pela Conservação Internacional, com apoio do WWF-Brasil.

O projeto Turismo + Sustentável é uma iniciativa da ONG Conservação Internacional financiado pelo Instituto Humanize e pelo Fundo Abrolhos Terra e Mar. Ele é executado no Extremo Sul da Bahia desde janeiro de 2021 e está sendo construído de forma colaborativa e conta com a parceria de entidades públicas, privadas, ONGs e sociedade civil. Seu objetivo é estimular práticas de turismo que sejam mais sustentáveis, integradas à natureza, gerando melhor distribuição de renda, valorização da sociedade local e conservação do meio ambiente, sempre em benefício das pessoas, moradores e visitantes. Para saber mais sobre o trabalho e os projetos da Conservação Internacional, clique aqui.

Turismo + SustentávelTurismo + Sustentável

__

Créditos: Imagem Destaque – ImYanis / Shutterstock