Uma escola projetada para empoderar meninas na Índia rural

Uma escola projetada para empoderar meninas na Índia rural

Com o objetivo de promover a equidade de gênero e empoderar mulheres, a organização sem fins lucrativos CITTA Foundation trabalhou em colaboração com o escritório de arquitetura da norte-americana Diana Kellogg para construir uma escola só para meninas no coração da paisagem árida do deserto de Rajasthan, na Índia.

A construção compõe a primeira parte do Centro GYAAN, o projeto de três fases da CITTA que consiste em viabilizar uma escola para meninas, uma cooperativa de mulheres e um espaço para exposições de arte e performance.

A escola para meninas Rajkumari Ratnavati, primeira estrutura a ser concluída, foi projetada para receber 400 alunas do jardim de infância ao 10º ano, que aprenderão habilidades como alfabetização e técnicas artesanais tradicionais da região.

Localizada no deserto rural de Jaisalmer, ao norte da Índia e sem nenhum outro prédio ao seu redor, a nova escola se destaca no deserto como um monumento. Para colocar a escola de pé, artesãos locais participaram de sua construção e muitos deles eram pais das meninas que frequentarão a escola em breve.

Além de sua função social, a Rajkumari Ratnavati também contará com funcionalidades que contribuem positivamente com o meio ambiente. Na parte superior da construção foram instalados painéis solares, que irão alimentar os ventiladores e a iluminação da escola;  o projeto também incorpora técnicas de coleta de água para reutilização da água da chuva e reciclagem de águas residuais.

Considerado o prédio do ano pela revista Architectural Digest India, o projeto conta com salas de aula, um centro de informática e um amplo terraço. Um ônibus levará as meninas das aldeias vizinhas para a escola e o almoço será servido no local em dias de aula. Com o Centro GYAAN, meninas que vivem abaixo da linha da pobreza na área rural de Jaisalmer terão acesso à educação, liberdade econômica e autonomia pessoal.

As aulas na escola para meninas Rajkumari Ratnavati estão programadas para serem iniciadas em julho de 2021, enquanto as duas estruturas restantes do projeto para o Centro GYAAN – a cooperativa de mulheres e o espaço para exposições de arte e performance – serão erguidas em breve.

AD100: ADxHansgrohe Building of the YearAD100: ADxHansgrohe Building of the Year