Declaração de Lisboa: Como a Europa pode ser mais sustentável, resiliente e inclusiva?

Os formuladores de políticas da União Europeia estão negociando o próximo orçamento de longo prazo da Europa. Enquanto os farmacêutico e automotivo, por exemplo, chamam a atenção de tomadores de decisões com facilidade, quando o assunto é inovação social a situação não é tão simples assim. Pensando nisso, a Social Innovation Community (SIC), uma comunidade que tem o objetivo de reunir profissionais e entusiastas da inovação social pela Europa, conversou, ao longo de 2018, com profissionais que atuam na área de inovação social em toda a Europa sobre como a política da UE poderia fazer com que esses profissionais gerassem um impacto ainda maior.

Foram ouvidas mais de 350 pessoas de 19 países e, a partir dessas conversas, surgiu a “Declaração de Lisboa – a Inovação Social como o caminho para uma Europa mais sustentável, resiliente e inclusiva“, um documento que apresenta um conjunto de propostas, ideias de implementação, prioridades e princípios, dirigidas à Comissão Europeia, ao Parlamento Europeu e aos Estados Membros, tendo em vista o próximo orçamento comunitário (2021-2027).

Para a comunidade de inovação social europeia, há cinco questões que devem ser tratadas como prioridade:

  • Tornar o financiamento adequado para a experimentação em pequena escala, permitindo com que o impacto seja maior e mais abrangente;
  • Capacitar cidadãos e sociedade civil para liderar iniciativas de mudança local por meio da inovação;
  • Fortalecer a capacidade, as habilidades e os incentivos para que os funcionários públicos e formuladores de políticas apoiem e se beneficiem da inovação social;
  • Tornar os contratos públicos um instrumento de política de inovação social;
  • Priorizar a disseminação da inovação social nas regiões onde é mais necessário.

Para que essas necessidades sejam abordadas, o documento conta com dez propostas de apoio à inovação social que farão com que a Europa seja cada vez mais sustentável, resiliente e inclusiva. O objetivo desse conjunto de propostas é aumentar o investimento em inovação com impacto social, fomentar parcerias entre setores e entre países da União Europeia. Para conferir o documento completo e conhecer cada uma das propostas, detalhadamente, clique aqui.

A Declaração de Lisboa será apresentada por Madeleine Gabriel, diretora de Inovação Inclusiva da Fundação Nesta, no Web Summit, que acontecerá em novembro de 2019, em Portugal.

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail