ONG desafia pessoas a caminhar com balde de água na cabeça na Avenida Paulista

No próximo dia 28 (terça-feira), das 9h às 18h, acontece na Avenida Paulista o “Desafio Habitat“, ação realizada pela Habitat para a Humanidade Brasil, ONG que promove a moradia digna para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. Na ação, o público será desafiado a carregar um balde de dois litros de água na cabeça e realizar um percurso pré-determinado. O objetivo da ação é promover a conscientização e a empatia das pessoas sobre a realidade de milhões de brasileiros, principalmente mulheres e crianças, que precisam caminhar longas distâncias no semiárido nordestino para abastecer suas casas com água para o consumo, para cozinhar e para tomar banho. A organização ainda informará a sociedade sobre como cada um pode ajudar.

Atualmente, 8,5 milhões de pessoas vivem na região e apenas três milhões possuem cisternas em casa. Com isso, ao andar por tanto tempo para buscar água, essas mulheres e crianças têm seu tempo reduzido para a geração de renda ou aos estudos. A água é um direito de todos os cidadãos e fundamental para a segurança alimentar e nutricional e condição prévia para a realização de outros direitos humanos.

“Além disso, essas famílias sofrem com a água armazenada ao ar livre, sem proteção ou tratamento, propiciando a contaminação e a transmissão de doenças como diarreia, gastroenteritis e leptospirosis“, afirma Socorro Leite, diretora executiva nacional da ONG Habitat para a Humanidade Brasil, que também constrói ou reforma casas e promove soluções para o acesso à água em regiões de seca.

Entre as ações já realizadas está o Projeto Varjada, nome de comunidade localizada em Passira (PE), onde mulheres percorriam cerca de 2 km por dia para obter água na fonte mais próxima. Desde 2005, foram 124 casas construídas e 124 cisternas com capacidade total para 16 mil litros cada, beneficiando mais de 640 pessoas diretamente. Já no Programa Água para Vidas, realizado desde 2012, a organização realiza reparos e ampliação de telhados para captação da água da chuva e cisternas de placas para armazenamento da água coletada. O projeto, que já foi desenvolvido em 14 municípios de Pernambuco, já contemplou 400 famílias com reparo de telhados e 114 famílias com construção de cisternas de 16 mil litros. Outras iniciativas da organização visam saneamento e moradia saudável.

“A impressão que a falta de água na região se deve ao clima do lugar, pode fazer com que algumas pessoas achem que nada podem fazer. Mas a concentração injusta nas mãos de uma minoria é um dos principais problemas. Queremos passar este tipo de informação para que as pessoas façam pequenas doações mensais que nos ajudem a levar acesso a água para mais famílias“, informa Carla da Nóbrega, diretora de Mobilização de Recursos e Comunicação do escritório de inovações urbanas da Habitat para a Humanidade Brasil.

Estima-se que o Nordeste abriga mais de 70 mil açudes, que acumulam 37 bilhões de m³ de água. Mas, todo o volume de água está concentrado em propriedades particulares e não é compartilhado com a população do Semiárido, especialmente em área rural, situação que gera níveis altíssimos de exclusão social e de degradação ambiental e são fatores determinantes da crise socioambiental e econômica vivida na região.

O “Desafio Habitat“ faz parte das ações para o Dia de Doar, campanha para promover a cultura de doação no Brasil e no mundo. Recentemente foi divulgado o Índice Mundial de Solidariedade (World Giving Index), que apresentou o Brasil na posição 75 entre os países mais generosos do mundo. Entre os dados apresentados pela pesquisa chama a atenção o fato de que 21% da população afirma ter doado para ONGs no ano de 2016, redução de 9% em relação a 2015. A Habitat Brasil ainda fará diversas ações nas redes sociais, além de prêmios e sorteios para incentivar o apoio para famílias do semiárido nordestino que sofrem com a dificuldade de acesso à água.

Para mais informações, clique aqui.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail