The Sims 4 Vida Sustentável: Consumo consciente e energia limpa

Com a explosão das aulas virtuais, reflexo do isolamento social em todo mundo, o Ensino a Distância (EAD) viu o surgimento de novos desafios. Antes, confinados em salas de aula, professores tinham mais controle sobre a atenção dos alunos. Neste novo cotidiano conectado; e agora, realmente conectado, a educação precisa ser remodelada e fazer parte do dia a dia do estudante. Os games são elementos que já fazem parte da vida dos jovens. Segundo o Estadão, “de acordo com a Superdata, empresa do grupo Nielsen, os gastos feitos por consumidores do mundo todo com jogos digitais em março deste ano atingiram a cifra de US$ 10 bilhões, o maior total mensal de todos os tempos.” Para ter uma ideia deste valor, ele é mais do que as 4 maiores bilheterias do cinema mundial somados (são eles: Vingadores: Ultimato, Avatar, Titanic e Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força).

Mas os estudantes não querem jogos educativos, eles querem jogos que façam parte do seu cotidiano. Querem construir mundos em Minecraft, disputar territórios em League of Legends (LoL) e criar personagens em The Sims. E é sobre este último que quero falar hoje. Lançado em 2000, a primeira versão do jogo de simulação de vida que lhe dá poder para criar e controlar pessoas, foi criada por Will Wright, uma das lendas do setor de jogos eletrônicos. Dez anos antes, Wright já havia criado o primeiro SimCity, um simulador de cidades que virou a “galinha dos ovos de ouro” da produtora e, por anos, foi utilizado até mesmo em escolas públicas brasileiras. Em 2009, Wright deixou a Electronic Arts (EA) e um grande legado para a empresa: a vida dos Sims.

Inicialmente, Sims eram os moradores de SimCity, mas com a chegada de The Sims ao mercado, eles viraram quase que uma categoria de personagens. Em sua quarta edição, o jogo reúne funcionalidades que permitem inúmeras atividades. Chamadas de Expansões, elas permitem ampliar o universo do jogo principal, dando novas funcionalidades, como: matricular-se em uma universidade do jogo (The Sims 4 Vida Universitária); criar um animal de estimação (The Sims 4 Gatos e Cães); descobrir novos costumes em festivais culturais (The Sims 4 Vida na Cidade) ou construir um castelo de areia nas praias paradisíacas de Sulani (The Sims 4 Ilhas Tropicais). Além de tudo isso, The Sims sempre caminhou paralelamente com questões importantes da sociedade, como representatividade LGBTQIA+ e questões de gênero.

The Sims 4 Vida Sustentável: Uma aula divertida sobre consumo consciente, cultura maker e impactos sociais

Anunciado na primeira semana de maio (06), o pacote de expansão The Sims 4 Vida Sustentável será lançado simultaneamente para PC, Mac, PS4 e Xbox One no dia 5 de junho e trará a cidade de Evergreen Harbor. Lá os Sims terão a opção de serem mais ecológicos e adotarem um estilo de vida mais sustentável, usando recursos alternativos para gerar energia, cultivando sua própria comida e reciclando materiais para criar móveis novos. Jogadores e jogadoras também podem seguir novas carreiras, como Projetista Civis e Criadores Autônomos, e ver como seus esforços podem moldar a transformação de sua vizinhança em um polo próspero de sustentabilidade. Conforme os Sims exploram todos os esforços ambientalmente conscientes, eles terão muitas oportunidades para aprender como pequenas mudanças podem ter um impacto significativo no mundo ao seu redor (confira o vídeo abaixo).

“Estamos animados para dar aos jogadores e jogadoras a oportunidade de explorar um modo de vida mais amigável ao meio ambiente em The Sims e jogar com as mudanças que eles esperam”, disse George Pigula, produtor do Pacote de Expansão de The Sims 4 Vida Sustentável. “Ao descobrir e praticar hábitos mais sustentáveis, como utilizar painéis solares ou turbinas eólicas para produzir eletricidade, ou reciclar materiais para criar novos móveis, jogadores e jogadoras podem usar seus Sims para jogar com a vida de maneiras completamente novas”.

Leia também: Guia da Energia: Quais são os tipos existentes de energia, suas vantagens e desvantagens

Os impactos, principalmente ambientais, serão explorados ao máximo nas novas funcionalidades. Se os jogadores e jogadoras optarem por não agir, eles podem ver a natureza chegando ao seu limite quando o lixo se acumular nas propriedades e os níveis de poluição do ar aumentarem. Em contraponto, quanto mais os jogadores e jogadoras se esforçarem para que seus Sims executem tarefas como coleta de lixo, cuidados com os jardins e uso de materiais ecológicos para construção, mais o mundo se transformará com águas lamacentas ficando cristalinas, casas com cerca vivas florescendo e uma brilhante aurora boreal aparecendo no céu.

Muito mais que um simples jogo de simulação, The Sims 4 Vida Sustentável é uma excelente alternativa para educar jovens e adultos sobre os impactos do lixo, do consumo e da vida em sociedade. Em nota, a EA afirmou que “eles [jogadores e jogadoras] terão muitas oportunidades para aprender como pequenas mudanças podem ter um impacto significativo no mundo ao seu redor.”

Assine nossa newsletter!

Para conferir em primeira mão os conteúdos do InovaSocial em seu e-mail, assine agora nossa newsletter.
Insira o seu e-mail