Campus Party Brasil e ONU promovem The Big Hackathon

Pioneira em sediar hackathons dentro de um grande evento no país, a Campus Party Brasil abre inscrições para o The Big Hackathon, que realizará em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Este grande desafio de desenvolvimento terá 100 horas de duração e acontecerá durante a 10ª edição do evento, que ocorre entre 31 de janeiro e 5 de fevereiro, no pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo.

Os campuseiros interessados em participar devem comprar o ingresso para o evento e se inscrever pelo site oficial. As inscrições vão até 25 de janeiro. Cada time terá até seis integrantes e será formado preferencialmente por programadores/desenvolvedores, designers, empreendedores e pessoas criativas e com talento para comunicação.

A intenção do desafio é desenvolver soluções tecnológicas para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, e também fomentar o empreendedorismo inovador. As equipes vencedoras do Big Hackathon terão suas soluções chanceladas pelo PNUD e com apoio da ONU. Além disso, poderão ser viabilizadas pelas equipes tanto com a iniciativa privada quanto com a pública no futuro.

É uma agenda complexa e que exige ações inovadoras e arrojadas. Trata-se de uma forma diferente de ver o mundo que, por sua vez, busca estabelecer um novo relacionamento do ser humano com o planeta. Precisaremos de muita criatividade, compromisso e perseverança. A Campus Party propõe que a juventude ocupe uma liderança no processo de mudança, e o PNUD – parceiro desta iniciativa – trabalha para que os jovens possam ampliar o seu leque de oportunidades e escolhas e traçar o seu próprio futuro”, declarou a representante residente assistente do PNUD Brasil, Maristela Baioni.

A Campus Party tem em seu DNA a busca por soluções e iniciativas que possam extrapolar os cinco dias do evento e ajudar de fato a comunidade e o mundo em que vivemos. Essa parceria com o PNUD só veio reforçar esse propósito e não poderíamos estar mais felizes e empolgados com os desafios propostos”, explica Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil.

Sobre as Soluções Digitais para Desafios Globais (ODS)

Com tema geral “Soluções Digitais para Desafios Globais”, as equipes terão de usar suas habilidades em áreas como design, criatividade, empreendedorismo e programação para criar soluções para o cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que todos os países devem implementar até 2030. Os 17 ODS são:

  1. Erradicação da Pobreza: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;
  2. Fome Zero e Agricultura Sustentáveis: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;
  3. Saúde e Bem Estar: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;
  4. Educação de Qualidade: Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;
  5. Igualdade de Gênero: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;
  6. Água Potável e Saneamento: Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos;
  7. Energia Limpa e Acessível: Garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e renovável para todos;
  8. Trabalho Decente e Crescimento Econômico: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos;
  9. Indústria, Inovação e Infraestrutura: Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação;
  10. Redução de Desigualdades: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles;
  11. Cidades e Comunidades Sustentáveis: Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;
  12. Consumo e Produção Sustentáveis: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;
  13. Ação Contra a Mudança Global de Clima: Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;
  14. Vida na Água: Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;
  15. Vida Terrestre: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;
  16. Paz, Justiça e Instituições Eficazes: Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis;
  17. Parcerias e Meios de Implementação: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

___
Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para [email protected]

Assine nossa newsletter!

Para conferir em primeira mão os conteúdos do InovaSocial em seu e-mail, assine agora nossa newsletter.
Insira o seu e-mail