Com foco no futuro, Campus Party Digital Edition 2021 começa na próxima quinta

Com foco no futuro, Campus Party Digital Edition 2021 começa na próxima quinta

A Campus Party Digital Edition 2021 começa amanhã (22). O maior festival de tecnologia do mundo acontecerá entre 22 e 24 de julho, com transmissão multiplataforma e acesso 100% gratuito. A edição latino-americana ocorrerá em 6 países: Colômbia, Chile, Uruguai, Paraguai, Argentina e Brasil; com 3 estúdios locais, Brasília (em parceria com o Governo do Distrito Federal), Goiânia (em parceria com o Governo de Goiás) e São Paulo (em parceria com a Prefeitura de São Paulo). No total, serão mais de 400 palestrantes, diversos conteúdos integrados e transmissões ao vivo.

Segundo comunicado do evento, “o principal objetivo da Campus Party é compartilhar conteúdos disruptivos, que visam estimular ainda mais a interação entre os participantes, independente de idade, etnia, gênero ou status socioeconômico”. A meta é ir além da entrega de eventos no molde “zoom + plateia”, por meio do projeto omnichannel, que levará o conteúdo em diferentes plataformas como: Youtube, Linkedin, Facebook, Instagram, TikTok, Twitch e Kwai. Na semana posterior ao evento, os campuseiros também poderão encontrar os painéis de conteúdo Globo, no Globoplay.

De acordo com o Tonico Novaes, CEO da Campus Party no Brasil, a edição digital é um estímulo importante para a inclusão social, uma vez que permite a ruptura dos limites geográficos e das barreiras econômicas. “A ideia é proporcionar uma experiência omnichannel no metaverso, gerando aprendizado, criatividade e colaborativismo entre os campuseires, comunidades e parceiros. Dessa forma continuamos conectando pessoas e ideias que irão transformar o futuro da sociedade”, afirma o executivo.

Apesar de ser conhecido como um evento de tecnologia, a Campus Party possui um grande apelo as iniciativas de impacto, sejam elas sociais e/ou ambientais. Na edição 2021 serão 7 palcos que apresentarão, respectivamente, diferentes temáticas:

  • Reboot the World (principal)
  • Work Life (mercado de trabalho e economia)
  • Green Deal by Play Energy. (energia limpa e meio ambiente)
  • Living Better (saúde e ciência)
  • Joy of Life by Magalu (entretenimento e cultura digital)
  • New Horizons by Petrobras (Educação e Govtech)
  • Fábrica de Empreendedores by Sebrae

Hackathons e demoday para startups

Esta edição contará com dois hackathons, um com o apoio do Distrito Federal e o outro com a parceria do Governo de Goiás. Ambos estão sendo realizados, gratuitamente, entre16 e 22 de julho.

As maratonas propõem aos participantes o desenvolvimento de uma solução tecnológica para sanar o problema de algum segmento. Neste ano, o desafio de Brasília é focado na retomada da economia, onde o objetivo é criar alternativas de renda para quem perdeu durante a pandemia. Já o desafio Goiás é direcionado para a criação de soluções para o turismo, com olhar especial para ecoturismo.

Os inscritos formaram grupos e passarão por mentorias especializadas, pitches e validações. Os integrantes que apresentarem o projeto mais qualificado participarão do programa de aceleração, de 6 semanas, da Sai do Papel. A equipe vencedora também receberá ingressos para próxima Campus Party, em qualquer uma das regiões, com direito a barraca.

Para as startups, o Demoday (parceria com a Prefeitura de São Paulo) teve como foco facilitar a captação de investimento, com isenção de taxa na captação de até R$500 mil, na plataforma Captable. A ação foi realizada no dia 15 de julho, mas o vídeo na integra estará disponível na plataforma Campus Verso.

O prêmio é a conexão com mercado de investimento, visibilidade, stand na próxima CPBR física e o auxílio para capitação de investimento. Cada startup competidora teve 3 minutos para apresentar seu projeto e 5 minutos para interagir com os investidores e representantes de organizações, como a DOMO Invest, Astella Investimentos, Porto Digital, Órbi Conecta e Sai do Papel.

Ouça nosso podcast sobre infoxication

A edição 2021 trará um line-up de peso. Um dos principais nomes é Ricardo Cappra, pesquisador de cultura analítica, autor e empreendedor. Abaixo você confere o episódio 70 do podcast do InovaSocial, onde conversamos sobre infoxication, pensamento analítico e dados com o palestrante.