Ação da ONU incentiva o compartilhamento responsável de informações

Na nova ação online global da ONU, pessoas de todo o mundo serão convocadas a refletir antes de compartilhar e se engajar no propósito de divulgar apenas informações seguras e confiáveis. Para participar do movimento, os usuários de redes sociais podem gravar um vídeo-selfie se comprometendo a pausar e pensar antes de compartilhar informações online, usando as hashtags #prometopausar e #penseantesdecompartilhar. A iniciativa faz parte da campanha Pause, que propõe uma mudança de comportamento e um novo uso das redes sociais no combate ao crescente impacto da desinformação viral. 

Parte da iniciativa Verificado, lançada em maio pela ONU para combater informações falsas sobre a COVID-19, essa é uma campanha global de mudança de comportamento sobre desinformação que visa mobilizar especialistas e pesquisadores, governos, influenciadores, sociedade civil, empresas, reguladores e mídia sob uma única mensagem.

Baseada em pesquisas que indicam que uma breve pausa antes de compartilhar diminui significativamente a tendência de passar à frente material chocante ou emotivo, o que pode retardar a disseminação de informações incorretas, a campanha Pause pretende atingir 1 bilhão de pessoas em todo o mundo até o fim do ano, seja pelas redes sociais ou por meio de parcerias. Além da pandemia de COVID-19, a desinformação também impacta outras questões globais, como mudanças climáticas e segurança.

“Em meio à pandemia por COVID-19, a informação errada pode custar vidas. Está cada vez mais claro que não podemos enfrentar a pandemia sem combater a desinformação online”, declara Melissa Fleming, subsecretária-geral das Nações Unidas para Comunicação Global. Sobre a ação, ela diz ainda que “com a campanha Pause, estamos tentando recriar uma nova norma social sobre como compartilhamos informações. Cada um de nós pode ajudar a quebrar a cadeia de desinformação fazendo uma pausa antes de compartilhar. Prometa fazer uma pausa hoje.”

As Nações Unidas também alertam que a divulgação de ideias e informações imprecisas ou prejudiciais nas mídias sociais exacerba algumas das questões mais urgentes de nosso tempo. Ela fomenta o ódio e permite regimes opressores; distorce eleições; prejudica a compreensão de desafios como mudanças climáticas; mina a confiança nas instituições; e expõe crianças e pessoas vulneráveis a ideias ou pessoas perigosas.

Para saber mais sobre a campanha, assista aos vídeos abaixo e clique aqui.

__

Créditos: Imagem destaque – Dilok Klaisataporn / Shutterstock

Assine nossa newsletter!

Para conferir em primeira mão os conteúdos do InovaSocial em seu e-mail, assine agora nossa newsletter.
Insira o seu e-mail