GROW: Quando a arte e a ciência se encontram para inovar na agricultura

GROW: Quando a arte e a ciência se encontram para inovar na agricultura

A Holanda é um país razoavelmente pequeno, ele pode ser atravessado de ponta a ponta em menos de quatro horas, mas possui números muito relevantes. O país é o segundo maior exportador de alimentos do mundo, além de ser líder em agricultura sustentável, atuando de forma pioneira com novas técnicas de agricultura vertical. Agora, uma nova solução usando luzes LED pode impulsionar o crescimento dos alimentos.

GROW é uma solução desenvolvida Studio Roosegaarde, criada com dois objetivos:

  1. Tornar a agricultura mais sustentável;
  2. Inspirar as pessoas a criar uma conexão mais emocional com os lugares que nos alimentam.

Abrangendo uma área de aproximadamente 20.000 m2 de campos de alho-poró, a instalação é uma mistura de ciência e arte, que aponta para um futuro mais sustentável na indústria agrícola, uma vez que as luzes azul, vermelha e ultravioleta podem aumentar o crescimento das plantas e reduzir o uso de pesticidas em até 50%.

“Após três meses do plantio, o alho-poró foi colhido e usado para fazer comida para bebês”, diz Daan Roosegaarde, o fundador do estúdio.

O projeto GROW foi desenvolvido ao longo de dois anos e faz parte do programa de residência artística do Rabobank, um banco cooperativo holandês. Durante o processo de desenvolvimento, Daan Roosegaardee e sua equipe de especialistas participaram de sessões de conhecimento especializado na Universidade de Wageningem – que é especializada em disciplinas técnicas e de engenharia e um importante centro de ciências da vida e pesquisa agrícola –, no Springtij Forum e no World Economic Forum em Davos.

GROW é a primeira de uma série de instalações que serão feitas em todo o mundo, em uma série de projetos do Studio Roosegaarde que mostram a beleza de combinar arte e ciência para criar um futuro melhor. Para saber mais, clique aqui.