3 dicas para se adaptar melhor à volta ao escritório

3 dicas para se adaptar melhor à volta ao escritório

Desde 2020, nossas rotinas mudaram muito. E, apesar dos desafios de transformar nosso espaço de vida em nosso espaço de trabalho, nos acostumamos com o conforto de trabalhar em casa. À medida que as taxas de vacinação aumentam e os casos de COVID diminuem, muitos profissionais estão precisando lidar com uma nova realidade que é a volta ao escritório, como podemos tornar essa transição mais fácil?

Aqui estão algumas dicas para colocar em prática nesse momento:

Seja compreensivo com você mesmo e com os outros

A mudança para o home office foi repentina e essa experiência (e o cenário geral em que ela estava inserida) foi psicologicamente impactante e negativa para a maioria das pessoas. Além disso, essa mudança se misturou com uma série de outros fatores: a incerteza sobre o futuro, a perda de autonomia e conexão com pessoas queridas; e um sentimento de perda e tristeza sem precedentes para muitos que ainda precisaram lidar com o luto ao ver pessoas queridas partirem.

Estar em casa o tempo e essa mudança drástica em nossas rotinas levou alguns de nós ao excesso de trabalho, enquanto outros lutavam para se concentrar em seus novos ambientes de trabalho.

A pandemia também jogou luz às desigualdades existentes em nossa sociedade, adicionando uma sensação de impotência diante de tantos acontecimentos. Além de grandes questões sociais, estavam também os pequenos detalhes que foram mudando em nossas rotinas: feriados cancelados, comemorar aniversários via chamada de texto, não poder abraçar entes queridos ou mesmo parar na mesa de um colega de trabalho para dizer “olá” pela manhã e tomar um café no meio da tarde.

Nesse processo, perdemos ou tivemos que ajustar as pequenas rotinas diárias que compõem nossas vidas, e agora é chegou hora onde o mais importante é reconhecer a jornada pela qual você fez nos últimos quase 2 anos, ser gentil, ter compaixão e empatia. Fique atento para não se cobrar mais do que o necessário e se dê tempo para se acostumar com sua nova rotina. E também expanda essa compreensão ao lidar com as pessoas ao seu redor.

Seja realista com o seu gerenciamento de tempo, energia e expectativas

Se o deslocamento diário faz parte da sua volta ao escritório, é provável que seu tempo seja reduzido durante essa transição. Por isso, é importante definir prioridades e pensar sobre com quais projetos, equipes, atividades e indivíduos você deseja estar mais conectado. Como você pode comparecer aos compromissos e lugares em que quer estar? Como você vai distribuir sua energia e seu tempo da melhor forma? Se você investiu tempo ou energia em algumas atividades durante o período em home office, deseja continuar com elas em sua rotina ou deixá-las trás.

Se você está se preparando para voltar ao trabalho presencial, precisa entender como será sua nova rotina no espaço de trabalho – que provavelmente terá mudanças com relação ao que era antes da pandemia.

Outra consideração importante é a vacinação. Apesar de representarem uma minoria no Brasil com relação ao que vemos em outros pontos do mundo, existem pessoas que escolheram não se vacinar; e as empresas precisarão decidir como abordar isso. Conheça a realidade para a qual você está voltando. Quais são as regras onde você trabalha? Você está confortável com as medidas de segurança que seu empregador estabeleceu? Faça perguntas e leia as informações fornecidas pelo seu local de trabalho. Em seguida, analise a situação e se dê tempo refletir sobre isso e tomar as decisões que achar necessárias.

Prepare-se para cuidar de sua saúde mental

É totalmente normal se sentir ansioso nesse momento de transição. Por isso, é importante ter conversa interna sobre como você está se sentindo e falar com as pessoas sobre isso. Fazer perguntas a si mesmo pode ajudar a atender aos seus sentimentos e a se adaptar aos fatores estressantes.

Por exemplo, se você identificar que está ansioso para comparecer a uma reunião, isso pode significar planejar sentar-se no fundo da sala. Conversar com outras pessoas que estão na mesma situação que você e experimentando sentimentos parecidos com a volta ao escritório lhe dará suporte para controlar sua ansiedade.

Indo mais além, é importante ressaltar como a saúde mental ganhou um grande destaque durante esta pandemia, fazendo com que esse sentimento coletivo ajudasse na quebra de muitos estigmas. Por isso, considerar buscar ajuda profissional para lidar com esse momento pode ser uma ótima forma de levar o autocuidado mais além. Da mesma forma como você provavelmente está marcando um check-up e buscando ajuda médica para lidar com questões físicas que surgiram nesse período, ter apoio profissional para cuidar de sua saúde mental também é essencial para fazer com que essa nova fase seja positiva para você e para as pessoas ao seu redor.

__

Créditos: Imagem Destaque – Halfpoint / Shutterstock