5 formas de promover a saúde mental em sua empresa

A discussão sobre saúde mental ter evoluído muito nos últimos anos, mas abordar esse assunto no local de trabalho ainda pode ser um “tabu” para muitos – e isso é um grande erro. A OMS estima que os distúrbios da saúde mental custam à economia global US$ 1 trilhão por ano em perda de produtividade. 

Por isso, é tão importante que empresas concentrem seus recursos em medidas de precaução, a partir da construção de um local de trabalho mentalmente saudável para todos.

Tomar medidas preventivas e investir em saúde mental pode impactar de forma positiva na produtividade, na cultura da empresa e nos índices de rotatividade de pessoal. Hoje, confira 5 formas de contribuir positivamente com a saúde mental de seus colegas de trabalho e funcionários.

1. Promova a conscientização em todos os setores e níveis

Mudar a ideia que cada pessoa tem sobre saúde mental é um processo que deve atingir a todos. Diretores, gerentes e pessoas em outros cargos de liderança devem se preocupar com a saúde mental de sua equipe e se empenhar para estabelecer um ambiente de trabalho mentalmente saudável para todos.

É importante desenvolver ações que promovam uma cultura que defende o bem-estar mental, além de demonstrar aceitação e apoio a quem precisa de ajuda, normalizando os problemas de saúde mental e abordando o estigma em torno desse assunto.

A organização deve ser transparente sobre seu apoio em relação a esses problemas e trabalhar para não ser um agente causador do problema.

2. Crie uma cultura de aceitação

Pesquisas sugerem que estressores no local de trabalho que levam ao esgotamento são uma das principais razões da queda de saúde mental entre os funcionários. A implementação dessa conscientização pode transformar a cultura da empresa em uma cultura de apoio. O que pode ser feito:

  • Defina limites firmes em relação à disponibilidade: Pode ser uma regra simples, como não responder a e-mails de trabalho nos fins de semana ou fora do horário de trabalho (sem que seja algo extremamente urgente);
  • Incentive pausas conscientes: Essa prática não só proporciona um alívio durante as cansativas horas de trabalho, mas também permite que os funcionários interajam mais entre si;
  • Inicie conversas sobre saúde mental: Podem ser alguns passos simples, como realizar seminários sobre bem-estar emocional ou simplesmente se mostrar aberto a conversas e até mesmo desabafos do dia a dia.

3. Forneça o suporte adequado

69,1% dos trabalhadores que participaram de um estudo realizado pela Benenden Health disseram que usariam um canal de ajuda anônimo focado em saúde mental fornecido pelo empregador caso precisassem lidar com problemas de saúde mental.

Isso mostra que os funcionários agora estão mais abertos a discussões sobre seu estado mental. Mas para que esse caminho seja completo, é preciso que os empregadores dêem o apoio e a assistência adequados aos seus funcionários em relação ao seu bem-estar emocional.

Uma forma de fazer isso é implementar um programa de assistência a colaboradores ou um plano de saúde mental que ajude os trabalhadores a monitorar e gerenciar ativamente seu estado de saúde emocional. 

Ofereça opções através das quais seus funcionários possam priorizar sua saúde mental, como horários flexíveis de trabalho, trabalho em casa ou dias de folga remunerados.

4. Forneça informações claras sobre as ações de suporte

Depois de estabelecer um sistema de suporte à saúde mental de seus colaboradores, é preciso torná-lo acessível a todos Isso significa que qualquer funcionário que precise de ajuda deve saber a quem abordar e onde.

5. Treine os líderes

Os líderes estão na posição perfeita para ajudar – eles têm contato direto diário com sua equipe e também contato direto com outros setores e outros líderes da empresa. Um treinamento focado em saúde mental poderá capacitar esses líderes a estarem atentos a sinais de crise mental e estresse, além de promover um ambiente agradável e inclusivo.

Um estudo realizado pela The Lancet Psychiatry mostrou que, seis meses após o treinamento em saúde mental, as equipes tiveram uma redução de 18% no tempo de afastamento por doença relacionada ao trabalho.

O treinamento em saúde mental para líderes deve concentrar-se em:

  • Uma visão geral dos distúrbios de saúde mental dos quais os funcionários têm maior probabilidade de sofrer;
  • Como reconhecer os sinais de problemas de saúde mental nos funcionários;
  • Como fazer uma escuta ativa e ter conversas sobre saúde mental com sua equipe;
  • Uma compreensão clara de como a saúde mental afeta o desempenho;
  • Mostrar a importância que o papel que esses líderes desempenham no bem-estar emocional da equipe;
  • Além de todos esses pontos, os líderes também precisam ter apoio para tratarem questões relacionadas à sua própria saúde mental, assim podendo oferecer o suporte necessário a todos de sua equipe.

__

Créditos: Imagem Destaque – MicroOne / Shutterstock

Assine nossa newsletter!

Para conferir em primeira mão os conteúdos do InovaSocial em seu e-mail, assine agora nossa newsletter.
Insira o seu e-mail