Kalea: O dispositivo que transforma lixo orgânico em composto em 48h

Fazer a compostagem do lixo orgânico de casa pode ser uma ótima opção para aqueles que querem dar um passo para frente na jornada em busca de uma rotina baseada no consumo consciente. Mas esse processo pode ser demorado, levando semanas para que o lixo orgânico se transforme, de fato, em composto – o que pode causar mau cheiro ou atrair pragas, quando o procedimento não é feito adequadamente. Pensando nisso, um time de cientistas, engenheiros e jardineiros amadores alemães criou o Kalea, um dispositivo que transforma o lixo orgânico em composto em dois dias.

O Kalea é compacto, de tamanho de uma lixeira média, e pode ser instalado na cozinha. Conforme os usuários vão produzindo lixo orgânico (incluindo carne, peixe e produtos lácteos), basta depositar os itens em um reservatório localizado na parte superior do dispositivo.

Ao ser ativado com o apertar de um botão, o Kalea joga o lixo do reservatório em uma câmara onde ele é triturado e seco. Na segunda parte do processo, em outra câmara, os microrganismos naturais do material são ativados. Enquanto isso, um sensor inteligente mede e controla a umidade, a temperatura e a ventilação do ambiente. Todo processo pode ser monitorado através de um aplicativo e, em dois dias, o composto orgânico estará pronto para ser usado em seu jardim, seus vasos e em sua horta, dando início a um novo ciclo de vida.


Leia também:App conecta restaurantes e clientes para combater o desperdício


Após 2 anos de testes, os criadores do Kalea criaram uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, para dar início à produção e comercialização do dispositivo. A meta de arrecadação financeira da campanha era de € 75,000 e, até hoje, o esse valor já ultrapassa € 183,500. O Kalea pode ser adquirido no site da campanha até o dia 22 de novembro, por € 549 (com envio para o Brasil disponível) – o preço estimado de venda do dispositivo após a campanha é de € 899.

Para saber mais sobre o Kalea, confira o vídeo abaixo e acesse o site oficial do projeto.

Assine nossa newsletter!

Para conferir em primeira mão os conteúdos do InovaSocial em seu e-mail, assine agora nossa newsletter.
Insira o seu e-mail