CatCoins: Moedas digitais destinadas para uma boa causa

Para continuar nosso bate papo sobre bitcoins, iniciado no Inova+ – Bitcoin e o case Somalilândia: Como será o nosso futuro com moeda virtual? –, que tal aproveitar a memória ociosa do seu computador para contribuir para uma boa causa? E sem pagar nenhum real por isso. Essa é a proposta da plataforma CatCoins, idealizada pelo Huia, estúdio de produtos digitais que integra o NonConformity Group, em parceria com a ONG paulistana Adote um Gatinho. Trata-se de uma ação inovadora que pretende propor uma nova forma de buscar recursos para instituições do Terceiro Setor, aliando engajamento e tecnologia. O objetivo é fazer com que os simpatizantes da causa de defesa dos animais – e amantes dos gatos – ajudem a ONG a angariar fundos através do acúmulo de moedas digitais, colocando seus computadores para minerar essas moedas.

É a primeira vez que uma ação de arrecadação de fundos para uma causa no Brasil inclui mineração de moedas digitais. A inspiração surgiu de uma ação feita pelo PirateBay, conhecido site internacional de torrents, há cerca de um mês. Durante um dia inteiro, quem acessasse a página estaria automaticamente minerando moedas digitais para o PirateBay. O detalhe é que os usuários não foram avisados. Este foi um teste realizado pelo site em busca de alternativas de monetização que fugissem dos já conhecidos banners. A ação foi muito mal recebida pelo público, que sentiu-se enganado.

“Pensamos em fazer justamente o contrário e pedir de forma transparente que as pessoas ajudassem a minerar moedas digitais para uma causa do bem. Porque não usar a memória ociosa dos computadores das pessoas para arrecadar recursos para uma ONG que faz um trabalho sério como a Adote um Gatinho? Foi a partir disso que surgiu a CatCoins”, conta Alessandro Cauduro, CEO do Huia e apaixonado por tecnologia e gatos.

Quando perguntado sobre a expectativa de arrecadação, Alessandro afirma que, por conta do ineditismo da ação, ainda é muito cedo para se pensar em valores.

“É experimental e vai depender do número de pessoas que adotem a causa. Mas como é fácil de participar – basta clicar um botão –, tem potencial para conquistar muita gente e se transformar em algo bastante relevante”, afirma o CEO da Huia.

A plataforma já está no ar e a campanha não tem data pra acabar. Para participar basta acessar o site oficial da CatCoins e clicar no botão “Minerar agora”. A partir daí, surgirá na tela uma janela em que será possível acompanhar o valor de moedas mineradas, que a todo momento é atualizado. A ideia é que essa aba seja minimizada e que o processo aconteça enquanto o usuário trabalha em sua máquina – ou durante o período em que ele não estiver mais online, aproveitando a capacidade de processamento ociosa do computador. Todas as moedas digitais serão computadas em uma conta destinada à Adote um Gatinho, que receberá o valor arrecadado, convertido em reais, periodicamente. Além disso, ao acessar o site, o usuário que tiver interesse também poderá doar diretamente para a ONG, em bitcoins.

catcoins-inova-social-01

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail