Amazon Go deve abrir mais 3.000 lojas até 2021

Em 2017. anunciamos aqui no InovaSocial o novo projeto da Amazon, a Amazon Go, uma loja em que você entra, pega os produtos que deseja e simplesmente vai embora. A primeira Amazon Go abriu as portas ao público em janeiro de 2018, em Seattle (Washington, EUA). Hoje, existem seis lojas Amazon Go em operação. Três delas estão em Seattle, duas em Chicago (Illinois) e uma inaugurada recentemente em São Francisco (Califórnia).

Além dessas, mais 4 lojas devem ser inauguradas em breve. Mas esse número é muito pequeno, perto do que a Amazon vem planejando. O objetivo é abrir pelo menos 3.000 lojas Amazon Go em três anos. Pensando no tempo que levou para a primeira loja ser aberta ao público, esse objetivo parece um pouco otimista demais, mas é importante considerar que estamos falando de lojas muito pequenas, para começar, com um espaço de poucos metros quadrados, fazendo com que elas sejam mais similares a uma loja de conveniência do que um supermercado completo.

amazon-go-inovacao-social-inovasocial-02
No teto, dezenas de câmeras são uma das ferramentas que tornam a experiência de compra sem caixa possível.

O que proporciona ao consumidor uma experiência sem filas e sem caixa é um mix de visão computacional, algorítimos de aprendizagem profunda fusão de sensores – o que estamos nos acostumando a ver em carros autônomos. A entrada na loja é registrada por um aplicativo de celular especial e os itens comprados são inseridos automaticamente no carrinho virtual. Ao terminar sua sessão de compras, basta sair da loja e o valor será debitado do cartão de crédito do consumidor.

Embora a Amazon tenha se livrado dos caixas nas lojas Amazon Go, a empresa ainda emprega o mesmo número de pessoas que uma loja de conveniência comum, já que todas as outras tarefas de uma loja de conveniência comum ainda existem, como estocar prateleiras, fazer a limpeza do local e preparar alimentos.

Existem dois tipos de lojas Amazon Go. Há uma loja mais parecida com um supermercado, onde você pode comprar alimentos para preparar uma refeição; e há outro formato, mais focado em comidas prontas, onde você pode simplesmente entrar e comprar um sanduíche ou uma salada para um refeição rápida.

E, após o pontapé inicial dado pela marca dona de quase metade das vendas online nos EUA, a corrida começou. Junto ao Walmart, a Microsoft também está projetando uma loja similar à Amazon Go; e, na China, a Taobao (marca do Alibaba, outro gigante do e-commerce) recentemente abriu um café sem caixa, o Tao Cafe.

Ainda não há como prever se a Amazon vai realmente chegar a 3.000 lojas em três anos, mas de uma coisa nós sabemos: o modelo da Amazon Go pode mudar a forma como fazemos compras, transformando o futuro do varejo. E esse, felizmente, é um caminho sem volta.

Para entender melhor como é a experiência dentro de uma Amazon Go, confira o vídeo – produzido pelo Tech Insider – e as imagens abaixo:

amazon-go-inovacao-social-inovasocial-01
Fotos: James Martin/CNET

amazon-go-inovacao-social-inovasocial-06
amazon-go-inovacao-social-inovasocial-04
amazon-go-inovacao-social-inovasocial-03

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail