“Faxina nos Armários” recicla materiais escolares velhos

Todo início de ano, milhares de estudantes voltam às aulas, e com eles a necessidade de materiais escolares novos. Quem tem filho em idade escolar sabe bem o que estamos falando. Na maioria das vezes novos materiais são comprados e os antigos são descartados de qualquer forma. Lápis, borrachas, canetas e tantos outros itens vão parar no lixo doméstico e, de lá, para os aterros brasileiros.

A Faber-Castell, em parceria com a TerraCycle, promove todos os anos (esta é a quinta edição) a campanha “Faxina nos Armários”. O objetivo é, entre fevereiro e maio, recolher o maior número de materiais quebrados ou em desuso – independente da marca – e dar o destino correto.

Além de colaborar com a redução de lixo por meio da reciclagem, o participante do programa “Faxina nos Armários” junta pontos que são convertidos em uma doação em dinheiro para escolas ou entidades sem fins lucrativos escolhidas pelos participantes. Para cada 12 gramas de resíduo enviado (peso médio de 1 unidade), o participante receberá 2 pontos TerraCycle, que equivalem a R$0,02.

Os materiais coletados são enviados para a TerraCycle por meio de encomendas pré-pagas dos Correios e passam pelo processo de reciclagem, que inclui uma série de procedimentos, como a separação, a lavagem e a extrusão. Os resíduos são transformados em uma nova matéria-prima, chamada Pellet. Esta matéria-prima é vendida e utilizada para a produção de outros objetos como bancos, lixeiras, etc. Somente no primeiro ano, a ação promoveu a reciclagem de 36 mil instrumentos de escrita de diversas marcas.

___
Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Deixe uma resposta

Receba conteúdo exclusivo

Olá! Seja bem-vindo ao inovaSocial. Para não perder as nossas próximas novidades e receber conteúdo exclusivo, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail
Fique tranquilo, nós nunca enviaremos spam