Como vencer ou reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles?

Neste texto vamos falar sobre o ODS nº 10 – Redução da Desigualdades –, que tem como principal objetivo reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

De acordo com Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), “o mundo é mais desigual hoje do que em qualquer momento da história desde 1940. A desigualdade de renda e na distribuição da riqueza dentro dos países têm disparado, incapacitando os esforços de alcance dos resultados do desenvolvimento e de expansão das oportunidades e habilidades das pessoas, especialmente dos mais vulneráveis.”

Você pode conferir as metas do objetivo nº 10 neste link.

A desigualdade é um problema global que requer soluções integradas. Hoje, trazemos a você, leitor do InovaSocial, uma série de TED Talks que estão muito relacionadas a esse objetivo. Conheça histórias que mostram como a desigualdade afeta indivíduos e a sociedade como um todo, e ideias sobre como podemos vencer essa questão tão complexa, que afeta o mundo todo de diferentes formas.

  • Bono: As boas notícias sobre a pobreza (Sim, há boas notícias)

Os humanos têm feito campanhas contra a desigualdade e pobreza por 3.000 anos. Mas esta jornada está se acelerando. Bono “assume seu lado nerd” e divide informações inspiradoras que mostram que o fim da pobreza está a vista … se soubermos aproveitar o momento.


  • Andrew Youn: Três motivos pelos quais podemos vencer a luta contra a pobreza

Metade das pessoas mais pobres do mundo tem algo em comum: são pequenos agricultores. Nesta palestra reveladora, o ativista Andrew Youn nos mostra como seu grupo, One Acre Fund, está ajudando esses agricultores a sairem da pobreza, entregando a eles serviços agrícolas sustentáveis que já estão em uso no resto do mundo. Comece achando que nunca iremos resolver a fome e a extrema pobreza e termine com um novo entendimento sobre a magnitude do maior problema do mundo.


  • Salil Dudani: Como as prisões extorquem os pobres

Por que prendemos pessoas por serem pobres? Hoje, meio milhão de americanos são presos apenas porque não conseguem pagar a fiança, e outros são presos por não conseguirem pagar sua dívida com a corte, muitas vezes por motivos tão pequenos como multas de estacionamento. Salil Dudani conta histórias de indivíduos que foram presos por serem devedores em Ferguson, Missouri, nos desafiando a pensar diferente sobre como punimos os pobres e marginalizados.


  • Richard J. Berry: Uma maneira prática de ajudar os sem-teto a encontrar trabalho e segurança

Quando Richard J. Berry, prefeito de Albuquerque, viu um homem na esquina de uma rua segurando um cartaz de papelão que dizia “Quero um emprego”, decidiu aceitar a oferta dele (e de outros na mesma situação). Ele e sua equipe começaram uma iniciativa em toda a cidade para ajudar os sem-teto, dando-lhes tarefas diárias e um lugar para dormir – e os resultados foram incríveis. Descubra como sua cidade pode replicar o modelo de Albuquerque com esta palestra franca e otimista.


  • Jacqueline Novogratz: Uma fuga da pobreza

Jacqueline Novogratz conta uma história comovente sobre um encontro em uma favela de Nairóbi, com Jane, uma ex-prostituta, cujo sonho de escapar da pobreza, de se tornar uma médica e de casar-se foram realizados de uma forma inesperada.


  • Esther Duflo: Experimentos sociais para combater a pobreza

Diminuir a pobreza é mais conjectura do que ciência, e a falta de dados sobre o impacto da ajuda levanta questões de como promovê-la. Mas a vencedora da Medalha Clark Esther Duflo diz que é possível saber quais esforços para o desenvolvimento ajudam e quais prejudicam — testando soluções com testes randômicos.


  • Richard Wilkinson: Como a desigualdade econômica prejudica as sociedades

Nós sentimos instintivamente que sociedades com enormes diferenças na renda estão de uma forma ou outra erradas. Richard Wilkinson coloca em gráficos os dados da desigualdade econômica e demonstra o que fica pior quando ricos e pobres estão muito distantes um do outro: efeitos reais na saúde, expectativa de vida e até mesmo em valores básicos como a confiança.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail