Um capacete dobrável pode ser capaz de unir segurança e praticidade ao trânsito das grandes cidades

De tempos para cá, o mundo passou a discutir o uso das bicicletas e dos patinetes compartilhados. Em Nova York, eles são proibidos. Em Londres, o uso só é liberado para quem tem o seu próprio. Em Paris, foram criadas regras rigorosas após a cidade ser “invadida” por mais de 15 mil patinetes.

Agora, a discussão está chegando no Brasil. A aderência é crescente e a oferta desses meios de locomoção acabaram criando algumas necessidades de regularização. No mundo todo estão acontecendo diversos acidentes com machucados graves e até mortes — no início de maio, um homem faleceu após cair de um patinete elétrico, na Austrália. Por isso, é muito importante que o patinete e a bicicleta sejam realmente vistos como meios de transporte. Em São Paulo, por exemplo, a prefeitura pretende regularizar normas para o uso desses meios: além de exigir o uso do capacete, será proibida a circulação em calçadas e em vias onde carros circulam a mais de 40 km/h.

capacete-dobravel-compartilhamento-patinete-bicicleta-design-inovacao-social-inovasocial-02

O capacete é um item de segurança, mas que é bastante repudiado ainda por conta de ser um adereço que ocupa espaço, não é fácil de ser carregado ou guardado, e como os aluguéis das bicicletas e patinetes, nem sempre é planejado, as pessoas não saem de casa com o acessório. Pensando nisso, a Scheeeins desenvolveu o capacete KP7, que possui uma estrutura que faz com que qualquer força de impacto seja distribuída igualmente ao redor da cabeça do usuário, assim como um capacete tradicional. Além disso, dois diferenciais muito interessantes: ele é dobrável e ecofriendly (já que é produzido a partir de celulose fibrosas).

“Decidimos criar um capacete seguro e prático. É muito importante ser dobrável e caber em uma bolsa. Realizamos uma pesquisa e identificamos que as pessoas não usam o capacete por acharem inconveniente carregar”, explica Victor Reis, Fundador da Scheeeins.

A grande diferença do capacete KP7, é a sua característica de ser dobrável e com isso fica muito mais fácil de ser guardado em qualquer compartimento.

capacete-dobravel-compartilhamento-patinete-bicicleta-design-inovacao-social-inovasocial-gif

No momento, o produto não tem preço, nem data de lançamento, mas seus desenvolvedores estão negociando o acessório com empresas nos EUA e na França.

Em 2016, uma inovação similar venceu o Prêmio James Dyson, uma competição anual de projetos de abrangência global que premia soluções inovadoras para problemas do mundo real. O chamado EcoHelmet foi criado por Isis Shiffer, designer industrial, formada pelo Pratt Institute of Design, de Nova York.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail