Starbucks inaugura sua primeira loja para surdos e deficientes auditivos nos EUA

Ontem (23), a Starbucks deu um grande passo em direção à inclusão, abrindo sua primeira “Signing Store” para clientes surdos e com deficiência auditiva, nos Estados Unidos. A novo Starbucks foi inaugurada na terça-feira em Washington D.C., próxima à Universidade Gallaudet – a única universidade do mundo projetada para receber alunos surdos e com deficiência auditiva.

Embora a “Signing Store” tenha a aparência clássica da Starbucks, todos os funcionários têm proficiência em American Sign Language (ASL). Para priorizar ainda mais a comunicação, os atendentes surdos usam aventais que exibem, em ilustrações bordadas e mãos sinalizando palavra “Starbucks”, e os funcionários ouvintes usam os pins “I Sign!” – sinalizando que eles também se comunicam através de linguagem de sinais.

starbucks-signing-store-acessbilidade-eua-inovasocial-05

Além de ajudar os clientes surdos e com deficiência auditiva a se sentirem bem-vindos, a Signing Store da Starbucks tem como objetivo ajudar os clientes que não conhecem a linguagem de sinais a aprenderem a sinalizar com as mãos também.

A Signing Store possui tecnologia aplicada especificamente para quebrar as barreiras de comunicação para pessoas não familiarizadas com a linguagem de sinais, como blocos de notas digitais e consoles de teclado bidirecionais.

Toda semana, uma lousa acima do caixa também ensina um novo “Sinal da Semana” – um termo relacionado à Starbucks, como “café”, para ajudar as pessoas a expandirem seu vocabulário de ASL. A cafeteria também conta com um grande mural criado pelo artista surdo e professor da Universidade de Gallaudet, Yiqiao Wang, e vende canecas especiais projetadas pela artista surda Jena Floyd.

starbucks-signing-store-acessbilidade-eua-inovasocial-03

Há mais de 200 funcionários surdos trabalhando nas lojas da Starbucks em todo o mundo, mas essa loja é a primeira desse tipo nos EUA. A ideia de abrir uma Signing Store nos EUA foi inspirada por uma outra loja da Starbucks com o mesmo modelo, inaugurada em Kuala Lumpur, na Malásia, em 2016.

Um grupo de funcionários da Starbucks nos EUA expressaram interesse em criar uma experiência similar em seu país, e, em julho de 2017, essa equipe viajou para a Malásia para entender as modificações que deveriam ser feitas no design e também a fim adquirir conhecimento para criar a melhor experiência de loja possível para clientes surdos e com deficiência auditiva nos EUA.

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail