Com a saída dos médicos cubanos, Editora Elefante libera PDF de “Branco vivo”

Em 2013, o governo federal lançou o Programa Mais Médicos, distribuindo profissionais de saúde pelo país.

branco-vivo-pdf-editora-elefante-mais-medicos-brasil-inovacao-social-inovasocial-400

Em meados de 2017, quando o Mais Médicos completava quatro anos, a Editora Elefante publicou “Branco vivo”, de Antonio Lino, escritor que havia pegado a estrada para conferir os brasis, os brasileiros e as brasilidades encontrados pelos profissionais contratados pelo programa.

O livro é resultado de seu olhar aguçado para nove localidades desse gigantesco território, complementado pelas fotografias do renomado intérprete do Brasil, Araquém Alcântara.

No dia 14 de novembro, Havana anunciou que, até o final do ano, retirará do Brasil os profissionais de saúde cubanos que trabalham no Programa Mais Médicos. E, devido à saída iminente destes profissionais, a Editora Elefante liberou o PDF do livro finalista do Jabuti 2018 para que as crônicas de Antonio Lino cheguem a todos aqueles que queiram conhecê-las.

Você pode baixar o PDF de “Branco vivo” aqui, mas ainda é possível adquirir a versão física do livro aqui, por R$ 49,90 e frete grátis.

Sobre os autores

Antonio Lino nasceu em São Paulo, em 1978. Formado em Comunicação Social, trabalha há mais de quinze anos como redator independente para organizações da sociedade civil e para o governo, escrevendo sobre temas como políticas públicas de juventude, meio ambiente e cultura popular. Durante um ano e três meses, morou numa Kombi e percorreu mais de trinta mil quilômetros pelo Brasil. Em 2011, publicou o livro Encaramujado, que reúne suas crônicas de viagem. Atualmente, depois de uma temporada de dez meses na África, o autor prepara um romance sobre a história da Libéria.

No episódio #22 do nosso Podcast, conversamos com Antonio Lino sobre sua passagem pela Libéria e um campo de refugiados em Gana.

Araquém Alcântara nasceu em Florianópolis em 1951 e é um dos mais importantes fotógrafos em atuação no país. Desde 1970, se dedica integralmente à documentação da natureza e do povo brasileiro. É autor de mais de quarenta livros, como Terra Brasil (1997), Brasileiros (2004), Amazônia (2005), Bichos do Brasil (2008) e Sertão sem fim (2009). Premiado nacional e internacionalmente, já teve mais de setenta exposições individuais. Priorizando a fotografia como expressão plástica e instrumento de transformação social, é um dos mais combativos artistas em defesa do patrimônio natural do país.

branco-vivo-pdf-editora-elefante-mais-medicos-brasil-inovacao-social-inovasocial-03

branco-vivo-pdf-editora-elefante-mais-medicos-brasil-inovacao-social-inovasocial-02

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail