Este é o primeiro micro-ônibus autônomo que irá operar em condições climáticas extremas

Atualmente, a maioria dos veículos autônomos está limitada a operar sob condições e locais relativamente restritos; a maioria dos veículos autônomos exige tempo bom e estradas bem marcadas. Mas um veículo autônomo, que chegou às estradas na Finlândia na semana passada, foi projetado para ir a qualquer lugar em qualquer condição.

onibus-autonomo-finlandia-mobilidade-urbana-clima-extremo-inovacao-social-inovasocial-tecnologias-sociais-02

onibus-autonomo-finlandia-mobilidade-urbana-clima-extremo-inovacao-social-inovasocial-tecnologias-sociais-04

O nome dele é Gacha, construído pela fabricante de veículos finlandesa Sensible 4, que foca em desenvolver softwares de carro autônomos para operação em qualquer clima. O Gacha é o primeiro micro-ônibus autônomo que pode percorrer as ruas da cidade de Espoo – cidade localizada na costa sul da Finlândia – e pequenas estradas suburbanas sem marcação, sob todas as condições climáticas e de iluminação imagináveis. O veículo está agora operando dentro de Espoo, que viu neve durante 43 dias em janeiro e fevereiro.

O Gacha foi criado com a ajuda do estúdio de design japonês MUJI, e foi projetado para seguir rotas pré-planejadas como se estivesse em trilhos, sempre mantendo os olhos abertos para o tráfego de carros e pedestres.

onibus-autonomo-finlandia-mobilidade-urbana-clima-extremo-inovacao-social-inovasocial-tecnologias-sociais-03

Mas essas rotas não são fixas. O ônibus pode alterar sua rota com base nas solicitações do usuário. Por exemplo, uma pessoa que vive a 800m de uma rota pode fazer uma solicitação em um aplicativo para entrar no ônibus. O Gacha, então, otimizará sua rota para passar pela porta dessa pessoa, enviando um alerta para que o passageiro possa sair na hora certa. Essa é uma característica crucial para imaginar um sistema de transporte público racional e conveniente baseado em veículos autônomos. Também possibilita o atendimento a áreas suburbanas que se estendem por territórios maiores, além da rota típica de ônibus da cidade.

Esse é um recurso muito importante para locais que têm períodos de frio, chuva ou neve extremos, além de ser o motivo pelo qual o Gacha foi desenvolvido para atuar em condições meteorológicas severas. Provavelmente esse seja o motivo pelo qual as autoridades de transporte finlandesas e as cidades parceiras de Espoo – Vanya e Hämeenlinna – estejam entusiasmadas com os testes.

onibus-autonomo-finlandia-mobilidade-urbana-clima-extremo-inovacao-social-inovasocial-tecnologias-sociais-05

“As autoridades nos forneceram uma licença para dirigir de forma autônoma em todas as vias públicas na Finlândia”, diz o chefe de operações da Sensible 4, Tommi Rimpiläinen. “Eles também apoiaram nossos testes extremos de condições árticas, fornecendo infraestrutura rodoviária inteligente para veículos autônomos na Lapônia”, referindo-se ao E8, um corredor rodoviário conectado no norte da Finlândia que está sendo usado para testar veículos autônomos e outras infraestruturas inteligentes em condições extremas produzidos por muitas empresas europeias focadas em mobilidade.

Para Tommi Rimpiläin, embora o projeto Gacha tenha sido desafiador – especialmente desde que eles trabalharam com o estúdio MUJI para construir o veículo do zero em pouco mais de um ano – eles estavam cientes dos desafios e estão satisfeitos com o resultado.

Após testes em Espoo, a empresa planeja lançar o Gacha em Hämeenlinna, Vantaa e Helsinque este ano.

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail