YouTube: Notícias e responsabilidade

O trabalho das organizações jornalísticas confiáveis nunca foi tão importante – sobretudo nos dias de hoje, quando é preciso ajudar os usuários a navegar por todas as informações disponíveis na internet.

Em março, o Google lançou a Google News Initiative (GNI) com o objetivo de ajudar o jornalismo a prosperar na era digital. Agora, a empresa anunciou novas medidas dentro da GNI, fruto de meses de trabalho para melhorar a experiência com jornalismo no YouTube, com investimentos de até 25 milhões de dólares, com parte deste montante destinado ao Brasil:

  • Especialistas: O Google está criando um grupo de trabalho que reúne organizações de imprensa e especialistas de todo o mundo, com o objetivo de pensar no futuro das notícias no YouTube. Esse grupo vai ajudar a empresa a desenvolver novos recursos em produtos, melhorando a experiência do público e enfrentando desafios existentes. Dentre os primeiros integrantes do grupo estão organizações de imprensa como Jovem Pan (Brasil), Vox, Fox News, TEGNA (Estados Unidos) e India Today (Índia). Segundo a empresa, eles ainda esperam receber mais parceiros à medida que o grupo começar a se reunir nas próximas semanas.
  • Financiamento para Inovação: O Google irá oferecer financiamento em cerca de 20 mercados globais, com o objetivo de apoiar organizações de imprensa na construção de operações sustentáveis de notícias em vídeo. “Sabemos que os vídeos online podem ser um negócio complexo e desafiador, que exige investimento e está em constante mudança. Por isso, essas “bolsas”serão oferecidas a organizações de todos os tipos, com base num sistema de seleção das propostas inscritas.” Os recursos vão ajudar esses parceiros a desenvolver habilidades, treinar equipes sobre as melhores práticas da produção de vídeos online, aprimorar estúdios e locais e criar formatos otimizados para vídeos na internet.
  • Apoio: O Google está criando uma nova equipe, dedicada especialmente a novos publishers. O objetivo é dar acesso a especialistas capazes de ajudar esses publishers a aprimorar o trabalho com vídeo. Os integrantes do novo grupo estarão espalhados pelo mundo, apoiando e orientando sobre melhores práticas e formatos ideais, ajudando a desenvolver um público espectador, as operações da plataforma de vídeo no dia-a-dia e a fazer integrações técnicas mais sofisticadas.
Mais espaço para notícias importantes e de última hora

Para facilitar a vida do usuário que busca notícias confiáveis, a área Top News destaca, no resultado das buscas, vídeos de fontes jornalísticas (conforme a imagem abaixo, à esquerda). Assim que surge uma notícia importante, área Notícia Urgente ressalta, já na primeira página, vídeos produzidos por organizações de imprensa (veja na figura abaixo, à direita).

As áreas Top News e Notícia Urgente estão sendo lançados hoje em 17 países, incluindo Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, França, Itália, Japão, Índia, México, África do Sul, Nigéria e outros. Ao longo dos próximos meses, o Google pretende dobrar o número de países com esses recursos disponíveis.

 google-youtube-noticias-inovasocial-01
Mais fontes de informação nas buscas e vídeos

A partir de hoje, os usuários vão começar a ver informações de outras fontes, como Wikipédia e Enciclopédia Britânica, além de vídeos sobre alguns assuntos históricos e científicos já consagrados, que costumam ser alvo de boatos ou informações enganosas (como a chegada do homem a lua, a cidadania americana do ex-presidente americano Barack Obama ou o atentado em Oklahoma City).

google-youtube-noticias-inovasocial-02

Mais fontes e mais contexto para compreender acontecimentos importantes

Quando surge uma notícia importante e de última hora, o processo de apurar informações, produzir e publicar vídeos de alta qualidade leva algum tempo. Por isso, nas próximas semanas o Google irá começar a mostrar pequenos trechos de artigos de organizações jornalísticas nos resultados da busca do YouTube nas primeiras horas que se sucedem a uma notícia importante, com links para o texto completo. Esses trechos virão acompanhados de um lembrete informando que as notícias podem mudar e evoluir rapidamente.

google-youtube-noticias-inovasocial-03

Mais notícias regionais em evidência – começando pelos Estados Unidos

Muita gente quer ver, valoriza e confia em notícias da região. Durante acontecimentos importantes e inesperados, muitas vezes os jornalistas locais são os primeiros a chegar ao fato e mostrar o desdobramento dos acontecimentos. Pensando nisso, recursos que destacam notícias locais produzidas em 25 regiões dos Estados Unidos estão sendo testados no aplicativo do YouTube para TVs . Com isso, ficará mais fácil assistir a notícias regionais na TV da própria casa – tela cujo uso cresce mais rápido. A meta do Google é expandir esse recurso para dezenas de outros mercados.

google-youtube-noticias-inovasocial-041

No anúncio feito hoje, o Google também reafirmou seu compromisso de trabalhar junto com a comunidade jornalística para construir um ambiente sustentável para notícias em vídeo, criadas por órgãos de imprensa.

“Sabemos que há muito a fazer, mas estamos animados com a perspectiva de oferecer uma experiência ainda melhor aos usuários que acessam o YouTube todos os dias, em busca de conhecimento e informações de fontes variadas sobre os acontecimentos do mundo.”

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail