Pessoas ao redor do mundo estão parando de produzir lixo

Anualmente, os habitantes do planeta Terra produzem cerca de 1,4 bilhões de toneladas de lixo e a tendência é que este número só aumente; segundo estudos da ONU, em 10 anos, a população mundial deverá dobrar o índice atual, passando a produzir 2,2 bilhões de toneladas de lixo por ano. E os problemas causados são inegáveis.

Diante destes dados, vemos que ter uma atitude mais consciente é de extrema importância. Pensando nisso, algumas pessoas ao redor do mundo tomaram uma decisão que vai muito além do que algumas pessoas consideram o básico: elas não só separam o lixo para reciclagem, mas decidiram que não vão mais produzir lixo.

Tendo em vista que um brasileiro produz mais de 1kg de resíduos por dia, esta parece uma tarefa extremamente difícil. Mas, apesar de não ser tão simples assim, também não é algo impossível. E, visando disseminar a ideia, algumas das pessoas que praticam o conceito de Lixo Zero estão criando blogs por toda a internet, escrevendo de vários países, em diversos idiomas.

Aqui no Brasil, uma das primeiras pessoas a compartilhar sua rotina em busca de uma vida sem desperdício foi a designer gráfico Cristal Muniz, dona do blog Um Ano Sem Lixo – criado em 2014.

“Nem todo lixo é igual ao resto do lixo. Tem lixo seco, lixo orgânico, lixo comum, lixo reciclável e o que eu quero parar de produzir é o lixo que chamam de comum ou sólido: aquele que não pode ser reciclado, não pode ir pra composteira e o único fim que podemos dar é o caminhão de lixo levar para um aterro sanitário, ficar empilhado e esperar longos anos até se decompor”, explica Cristal.

O interessante é que esta atuação impacta em toda rotina do indivíduo, considerando pontos simples, como na alimentação e no uso de produtos do dia-a-dia. Já chegou a pensar que a maioria dos produtos que compramos vêm em embalagens? Decidir parar de produzir lixo é uma mudança de estilo de vida.

Uma vantagem de quem quiser começar agora numa jornada em busca de hábitos mais sustentáveis é que muitas pessoas compartilham suas dicas e vivências na internet, servindo como inspiração. Como a parisiense Ariana, a australiana Erin e a americana Lauren, uma das primeiras pessoas a abordar o assunto, inspirando diversas pessoas mundo afora.

Outro ponto importante é que este movimento está também está criando um novo mercado. A marca de The Simply Co., por exemplo, foi fundada pela própria Lauren e é focada na venda de sabão em pó feito com ingredientes orgânicos.

Por fim, vemos que pensar em um estilo de vida sustentável é algo que aborda muito mais do que uma simples rotina de consumo de produtos. Quando uma solução aparentemente simples agrega um grande número de adeptos, ela pode mudar os costumes de uma geração, criar novos mercados e oportunidades, além de gerar um impacto positivo para o planeta.

Deixe uma resposta

Receba conteúdo exclusivo

Olá! Seja bem-vindo ao inovaSocial. Para não perder as nossas próximas novidades e receber conteúdo exclusivo, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail
Fique tranquilo, nós nunca enviaremos spam