Conheça Greta Thunberg, a jovem de 16 anos indicada ao Prêmio Nobel da Paz

Quando falamos que a geração Z vai mudar o mundo, não é exagero. E Greta Thunberg é um dos nomes que nos ajudam a provar isso.

Três membros do parlamento norueguês indicaram Greta Thunberg para o Prêmio Nobel da Paz de 2019. A jovem ativista do clima, que tem apenas 16 anos, ganhou destaque internacional com seus frequentes e ousados ataques contra o aquecimento global.

“Indicamos Greta Thunberg porque se não fizermos nada para deter a mudança climática, será a causa de guerras, conflitos e refugiados”, diz Freddy Andre Ovstegard, membro do parlamento norueguês. “Thunberg lançou um movimento de massa, que eu vejo como uma grande contribuição para a paz.”

greta-thunberg-mudanca-climatica-nobel-inovacao-social-inova-social-01

Na última quarta-feira, Greta disse em que Twitter que se sentia “honrada e muito grata por esta indicação”. Nascida na Suécia, Greta atraiu a atenção mundial quando se recusou a ir à escola após um verão recorde em seu país. Em sua entrevista à Rolling Stone, ela disse que estava frustrada com a falta de governamental em relação à crescente temperatura na Suécia, então foi ao parlamento sueco com sua mochila e alguns lanches e começou uma “greve de escola pelo clima”. Desde então, ela tem faltado às aulas na maioria das sextas-feiras para realizar seus protestos regulares.

Greta falou à revista que, inicialmente, ela se sentiu ignorada pelas pessoas ao seu redor. “Eu tentei fazer com que as pessoas se juntassem a mim”, Greta disse à Rolling Stone, “mas ninguém estava realmente interessado, então eu tive que fazer isso sozinha”. Se Greta ganhar o Prêmio Nobel da Paz este ano, ela será a pessoa mais jovem a fazê-lo desde que Malala Yousafzai ganhou o mesmo título aos 17 anos.

Em dezembro, Geta se conteve pouco ao criticar os líderes internacionais que participaram da cúpula COP24, que falou sobre o aquecimento global, na Polônia.

“Vocês não são maduros o suficiente para tratar desse assunto.” disse Greta, aos líderes internacionais. “Até mesmo este fardo vocês deixam para nós, as crianças. Mas eu não me preocupo em ser popular. Eu me preocupo com a justiça climática e o planeta vivo.”

Também em dezembro, Greta sentou-se ao lado do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, na conferência climática da organização e condenou os líderes por não terem tomado medidas substanciais sobre a mudança climática.

Para algumas pessoas, pode ser peculiar ver alguém tão jovem falar tão apaixonadamente sobre um assunto, mas Greta demonstra pouco interesse em se conformar com os limites quando se trata do aquecimento global. Pelo contrário, a preocupação dessa jovem de 16 anos em lidar com a mudança climática continua sem sinais de desaceleração.

Isso ela deixou claro em seu discurso em dezembro. “Viemos aqui para que eles saibam que a mudança está chegando, gostem ou não”, disse Greta. “As pessoas enfrentarão os desafios. E como nossos líderes estão se comportando como crianças, teremos que assumir a responsabilidade que deveriam ter assumido há muito tempo.”

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail