O que os funcionários realmente querem em seu ambiente de trabalho? A resposta é simples.

Nos últimos anos, presenciamos uma grande mudança nos espaços de trabalho: ambientes coloridos, pufes, snacks de graça, salas com consoles de video game, mesa de pebolim… A lista de itens que tomaram conta dos “escritórios mais legais do mundo” é gigantesca. Tal cenário conseguiu fazer com que os olhos de muitos brilhassem, ao mesmo tempo que também obteve críticas. Não há dúvidas de que a forma como trabalhamos mudou e que é importante que nosso ambientes de trabalho acompanhem essa mudança; mas, afinal, o que os funcionários realmente querem em seu ambiente de trabalho?

De acordo com um relatório divulgado pela CRBE, empresa de investimentos e serviços comerciais no setor imobiliário, a resposta para essa pergunta é bem simples: os funcionários querem poder ver o lado de fora.

O que, se olharmos através da ótica do Design Biofílico, faz total sentido. A biofilia (que significa “amor à natureza”) se concentra na atração do ser humano pela natureza e pelos processos naturais. Esse é um conceito que sugere que todos nós temos uma conexão genética com o mundo natural, construída através de centenas de milhares de anos vivendo em ambientes “ao ar livre”. Segundo pesquisadores, as altas taxas de migração para ambientes urbanos nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, a biofilia é cada vez mais importante para nossa saúde e bem-estar. Muitos escritórios não têm vista para o exterior, nem luz natural; então, não é uma surpresa ver que existem muitas pessoas que querem se sentir conectadas com o mundo além de suas mesas, de suas telas e de todas as “regalias” fornecidas naquele espaço de trabalho.

No relatório, a CBRE analisou uma pesquisa realizada pela Future Workplace e pela View Inc – empresa consultora de recursos humanos e empresa de tecnologia de construção inteligente, respectivamente. A pesquisa entrevistou 1.600 profissionais norte-americanos. Os participantes foram convidados a responder perguntas sobre as comodidades do local de trabalho e como esses elementos afetam seu nível de envolvimento com o trabalho. 53% dos trabalhadores entrevistados disseram que valorizam mais a luz natural e as paisagens da natureza – “bem mais do que comodidades, como academias de ginástica e salas de jogos”, diz o relatório. Após “luz natural” e “paisagem natural”, a comodidades mais são um “café ou comida no local” (44%), seguido por uma “boa cozinha” (37%).

“Embora os funcionários valorizem mais a luz natural e a paisagem, essas também são áreas com as quais os funcionários relataram estar mais insatisfeitos em seus ambientes de trabalho atuais”, diz o relatório.

O que podemos aprender com isso? Se as empresas desejam recrutar e reter talentos, elas devem esquecer as mesas de pebolim e gastar mais tempo e dinheiro em plantas planejadas e otimizadas. O layout físico e as comodidades de um local de trabalho podem sinalizar e reforçar os valores de uma empresa para seus funcionários. E pensar em um espaço de trabalho em que a vista externa também a valorizada pode mostrar muito mais consideração por seus funcionários do que uma sala de video game ou uma geladeira com cerveja de graça para o happy hour de sexta-feira.


Clique aqui para conferir o relatório completo.


Créditos: Imagem Destaque – Undrey / Shutterstock

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail