Starbucks quer eliminar canudos de plástico a nível mundial até 2020

Na última segunda-feira, 9 de julho, a Starbucks anunciou que irá eliminar canudos de plástico de uso único de suas mais de 28.000 lojas operadas e licenciadas pela empresa, disponibilizando uma tampa sem canudo ou opções de canudos de materiais alternativos em todo o mundo. A Starbucks, maior varejista de alimentos e bebidas a assumir esse compromisso global, antecipa que a medida eliminará mais de um bilhão de canudos de plástico por ano das lojas da Starbucks.

starbucks-canudos-inovasocial-01

A Starbucks projetou, desenvolveu e fabricou uma tampa sem canudo, que se tornará o padrão para todas as bebidas geladas de café, chá e espresso. Atualmente, a tampa está disponível em mais de 8.000 lojas nos EUA e Canadá para bebidas selecionadas. A tampa também está sendo testada em mercados adicionais, incluindo China, Japão, Cingapura, Tailândia e Vietnã. Além disso, a Starbucks começará a oferecer canudos feitos de materiais alternativos – incluindo papel ou plástico compostável – disponíveis mediante solicitação para clientes que preferem ou precisam de um canudo.

“Para nossos partners e clientes este é um marco significativo para alcançar nossa aspiração global de café sustentável, servido aos nossos clientes de formas mais sustentáveis,” Kevin Johnson, presidente e diretor executivo da Starbucks.

Os clientes em Seattle e Vancouver serão os primeiros a ver as tampas sem canudo implementadas, a partir do outono norte-americano, com lançamentos em fases nos EUA e no Canadá para serem realizados em 2019. O lançamento global da tampa sem canudo seguirá pelo mundo, começando na Europa – onde as tampas chegarão em lojas selecionadas na França e na Holanda –, assim como no Reino Unido, onde o mercado implementa o custo de 5 pence para uso de copo de papel de uso único em 950 lojas, para promover ainda mais reutilização.

“O objetivo da Starbucks de eliminar os canudos plásticos até 2020 de suas lojas representa globalmente o pensamento da empresa em enfrentar o desafio do desperdício de material em sua totalidade”, disse Erin Simon, diretor de pesquisa e desenvolvimento sustentável e ciência de materiais do World Wildlife Fund, US. “Canudos de plástico que acabam em nossos oceanos têm um efeito devastador sobre as espécies. Ao nos associarmos à Starbucks em iniciativas de redução de resíduos, como o Next Gen Consortium Cup Challenge e WWF’s Cascading Materials Vision, esperamos que os outros sigam seus passos”.

Para Nicholas Mallos, diretor do programa Trash Free Seas da Ocean Conservancy, a decisão da Starbucks de eliminar gradativamente os canudos de plástico descartáveis é “um exemplo brilhante do papel importante que as empresas podem desempenhar na contenção da maré de plástico oceânico. Com oito milhões de toneladas métricas de plástico entrando no oceano todos os anos, não podemos deixar a indústria ficar de lado, e somos gratos pela liderança da Starbucks neste espaço.”

A Starbucks tem um histórico de 30 anos de foco em sustentabilidade em todos os aspectos de seus negócios, incluindo a obtenção de 99 por cento de café de origem ética. Além do anúncio de hoje, a Starbucks comprometeu anteriormente US$ 10 milhões para desenvolver e ajudar a trazer ao mercado, um copo totalmente reciclável e compostável, em parceria com a Closed Loop Partners, através do NextGen Cup Consortium and Challenge.

Atualmente, a empresa está focada em se adaptar às tendências de consumo em rápida mudança, com bebidas frias representando mais de 50% do mix de bebidas da Starbucks nos EUA, de 37% apenas cinco anos atrás. O movimento para eliminar os canudos de plástico de uso único vem ganhando um tremendo ímpeto globalmente, com os consumidores demonstrando uma preocupação crescente com a maior questão dos resíduos, dos quais canudos são apenas uma parte. É por isso que a Starbucks reconhece o trabalho pela frente para construir sua longa história em sustentabilidade, que inclui:

  • Atingir 99% de fornecimento de café de origem ética;
  • Teste de uma cobrança de 5 pence para copos de papel em Londres, que será expandida para 950 lojas no Reino Unido no final deste mês, para promover a reutilização;
  • Descontos para qualquer cliente que levar uma xícara ou copo descartável para as lojas da empresa em todo o mundo;
  • Os copos Starbucks contém 10% de fibra pós-consumo, introduzidas em 2006 e este é um número que a empresa espera dobrar até 2022;
  • Construção de mais de 1.500 lojas certificadas LEED® (Liderança em Energia e Design Ambiental) em 20 mercados, incluindo todos os 50 estados e Porto Rico, o maior varejista verde em seu setor;
  • 62% do seu consumo de eletricidade global da Starbucks é adquirido por meio de fontes renováveis, e a empresa tem a meta de atingir o índice global de 100% até 2020;
  • Expansão do programa FoodShare que doa alimentos não vendidos para bancos de alimentos em todo nos EUA.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Deixe uma resposta

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail