3 projetos de economia colaborativa focados no incentivo à leitura

Projeto da escola Baby Prime, em São Paulo
Projeto da Baby Prime, em São Paulo

Quem escutou nosso podcast na última quarta-feira (24), ouviu sobre a escola de educação infantil que está distribuindo livros para quem quiser, por meio de uma estante na sua porta, com o objetivo de incentivar a leitura e compartilhar conhecimento. No entanto, a escola não está sozinha nesta empreitada. A Saraiva, um dos maiores varejistas do país, distribuiu alguns títulos relacionados ao universo geek em comemoração ao Dia do Orgulho Nerd (ou Dia da Toalha, em referência ao autor Douglas Adams), que acontece neste 25 de maio.

A ação fez parte do projeto Ler Faz Bem e os exemplares foram distribuídos gratuitamente os ninhos de livros – pequenas bibliotecas colaborativas em formato de casinhas de passarinhos -, espalhados em 40 pontos das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. O “ninhos de livros” é uma ação permanente da varejista, nascido na capital carioca como plataforma de incentivo à leitura, e você pode encontrar encontrar o mapa dos ninhos no site da ação.

A ideia (felizmente) não é algo novo. O açougue T-Bone, de Brasília, mantém a “Biblioteca Popular” há 6 anos. O projeto funciona com o empréstimo de livros sem nenhum tipo de burocracia onde o usuário se sente dono do livro e é responsável pelo projeto. Funcionando 24 horas por dia e com uma média de 15 mil livros por dia, o projeto acontece na avenida da W3 norte em trinta e sete paradas de ônibus e a reposição da parada é feita todos os dias pelos funcionários dos Projetos Culturais T-Bone.

Apesar de 44% da população brasileira não ler e 30% nunca ter comprado um livro, segundo dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, é engrandecedor ver iniciativas de economia colaborativa focadas no incentivo à leitura como estas três citadas acima. Se você possui um livro parado em casa e mora em uma destas cidades, que tal participar de um dos projetos?

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Um comentário

  • Muito bacana a iniciativa de divulgar estes projetos.
    Na Baby Prime o incentivo à leitura que sempre acontece dentro da escola, por vontade da Diretora Roberta Soares, foi para fora e está dando muito certo.
    Aos poucos as pessoas chegam, pegam o livro, leem uma parte ali na porta mesmo e se interessa, levam. Muitos fazem a troca proposta, o que faz com que a estante tenha sempre novos títulos.

Comentários estão desativados.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail