A dupla americana que criou uma luva capaz de traduzir a linguagem de sinais em voz alta

Dois alunos da Universidade de Washington ganharam um prêmio de US$ 10.000 no Lemelson-MIT Student Prize pela invenção de luvas que traduzem a linguagem de sinais em voz alta.

SignAloud é um wearable capaz de reconhecer gestos que correspondem a palavras e frases em na Linguagem Americana de Sinais (ASL). Cada luva contém sensores que registram a posição e a movimentação das mãos e enviam dados sem fio via Bluetooth para um computador central. O computador examina os dados do gesto e, em seguida, a palavra ou frase associada é falada através de um alto-falante.

Navid Azodi e Thomas Pryor, que estudam Engenharia Aeroespacial, aprimoraram seu protótipo até que pudessem traduzir ASL verbalmente de forma instantânea e ergonômica.

“Muitos dos dispositivos de tradução de linguagem gestual existentes não são práticos para o uso diário. Alguns usam a entrada de vídeo, enquanto outros têm sensores que cobrem todo o braço ou até mesmo o corpo do usuário,” disse Pryor. “Nossas luvas são leves, compactas e ergonômicas o suficiente para usar como um acessório cotidiano, semelhante a aparelhos auditivos ou lentes de contato.”

A dupla se conheceu nos dormitórios da Universidade durante seu primeiro ano e descobriu que ambos tinham uma paixão pela invenção voltara para a resolução de problemas. Azodi tem experiência técnica como estagiário de sistemas na NASA e uma longa história de trabalho voluntário, o que lhe deu motivação para construir um dispositivo que teria impacto no mundo real.

O prêmio em dinheiro do MIT ajudará Pryor e Azodi a alcançar seu primeiro público-alvo: a comunidade surda e com dificuldade auditiva e aqueles interessados em aprender e trabalhar com a linguagem gestual americana. Mas as luvas também podem ser comercializadas para uso em outros campos, incluindo a tecnologia médica para monitorar pacientes com acidente vascular cerebral durante a reabilitação.

Para ver a SignAloud em ação, assista ao vídeo abaixo:

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail