Alder Play: Um app criado para melhorar a experiência de crianças durante sua passagem pelo hospital

Se ficar doente quando adulto já é algo extremamente incômodo, imagine só como é quando quem está passando pela situação é uma criança. Elas estão confusas, assustadas e com dor, e uma viagem ao hospital pode fazer com que tudo fique muito mais assustador.

E se houvesse uma forma de melhorar a experiência de crianças durante sua passagem pelo hospital?

Pensando nisso, nasceu o Alder Play. Criado pelo escritório de design Ustwo, em parceria com o Hospital Infantil Alder Hey (Liverpool, Reino Unido), o app disponível para Android e iOS foi desenvolvido especialmente para crianças que frequentam o Alder Hey.

alder-play-app-tecnologias-sociais-inovasocial

Antes da chegada ao hospital, os pequenos pacientes podem escolher um nome e um avatar, que servirá como um companheiro digital durante todo o processo hospitalar, apresentando o espaço e coletando recompensas. Com isso, enquanto a criança passa por diferentes áreas do hospital, é possível interagir com o aplicativo através de recursos de Realidade Aumentada. Além disso, também existe um chatbot, que usa a tecnologia Watson da IBM, onde as perguntas dos pacientes podem ser respondidas rapidamente.

A ideia por trás disso é simples: distrair a criança e desmistificar a experiência hospitalar. Segundo uma pesquisa realizada no próprio Alder Hey, quanto mais distraído o pequeno paciente está, mais tranquila é a consulta médica e níveis menores de dor são sentidos durante a manipulação das medicações.

“Quando falamos sobre cuidados médicos, há momentos em que é necessário realizar procedimentos e, infelizmente, eles podem ser dolorosos e incômodos, e não há formas de evitar que esses procedimentos sejam feitos,” diz Helen Fuchs, Diretora de Projetos da Ustwo. “O lado positivo de usar a distração nesses casos é poder tornar essa experiência menos desconfortável para os pacientes, além de recompensá-los por serem valentes durante essa experiência. Então, não estamos falando de mudanças de comportamento, mas sim de usar a distração para amenizar um momento desconfortável, mas necessário.”

Claramente, o app não é apenas uma tentativa de distração, mas também é usado como forma de educa a criança durante sua passagem pelo hospital. Entre o conteúdo disponível, é possível assistir a vídeos explicativos que preparam o paciente para os procedimentos médicos, como por exemplo um exame de sangue.

Por enquanto, a Ustwo não está medindo o desempenho do app pelo número de downloads, mas sim por resultados específicos. A equipe quer acompanhar de perto os usuários para garantir se tal intervenção realmente contribui positivamente para a experiência das crianças durante os momentos mais difíceis de suas consultas médicas. E então, futuramente, esse app poderá ser usado pelo grande público, transformando momentos ruins em experiências positivas ao redor do mundo.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail