Com o objetivo de criar aplicativos educacionais, Samsung e UNICEF anunciam maratona

A Samsung e o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância se uniram em um projeto que tem como objetivo contribuir com a melhoria da qualidade da educação nas escolas públicas brasileiras. A iniciativa tem como foco reduzir o número de crianças e adolescentes em atraso escolar, garantindo o direito de aprender.

O primeiro passo nessa direção é a “Maratona UNICEF Samsung”. Trata-se de uma maratona de programação e tecnologia para criar aplicativos educacionais, desenvolvida em parceria com a Softex – Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, por meio do programa Brasil Mais TI. O lançamento da iniciativa ocorreu na última quarta-feira (25) e terá desdobramentos ao longo do ano. A proposta da “Maratona UNICEF Samsung” é unir esforços de alunos de escola pública e profissionais de tecnologia para que possam desenvolver aplicativos para as áreas de Linguagens (Língua Portuguesa, Arte, Educação Física e Língua inglesa), Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas (História e Geografia). Ao final do projeto, as aplicações apresentadas poderão ser utilizadas nas escolas públicas e beneficiar estudantes do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental.

“Hoje, no Brasil, cerca de 3 em cada 10 alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio têm dois ou mais anos de atraso escolar. Reverter esse quadro passa, necessariamente, pelo envolvimento de crianças e adolescentes na busca por soluções para os desafios da sala de aula. Ao lançar essa maratona, que une alunos e especialistas em tecnologia para criar aplicativos que contribuam com o sucesso escolar, o UNICEF e a Samsung firmam seu compromisso pelo direito de aprender”, afirma Ítalo Dutra, Chefe de Educação do UNICEF no Brasil.

A maratona busca reunir programadores, designers, desenvolvedores, estudantes, professores e inventores para que desenvolvam protótipos de aplicativos que sejam úteis na sala de aula e promovam a inovação e a aprendizagem. A Samsung atuará como mentora do projeto, oferecendo suporte e conhecimento para que as ideias selecionadas sejam desenvolvidas. Já o UNICEF e seus parceiros (Ministério da Educação e CIEB) ficarão responsáveis pelo apoio pedagógico às equipes.

“Estimular projetos inovadores com uso de tecnologias para educação tem sido um dos pilares da Responsabilidade Social da Samsung e esta parceria com o UNICEF nos inspira a desenvolver mais soluções e produtos que possam ser utilizados como ferramentas de transformação social”, afirma Isabel Costa, Gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil.

Os interessados em participar da “Maratona UNICEF Samsung” poderão se inscrever pelo site oficial (com equipes formadas por cinco integrantes) até o dia 25 de maio. Encerrado o período de adesão, a Maratona será dividida em três fases:

Na primeira fase (26 de maio a 11 de junho), as propostas inscritas serão avaliadas pela comissão julgadora. O resultado desta etapa e as 32 equipes selecionadas para seguir na Maratona serão divulgadas no dia 12 de junho.

Já na segunda fase (12 de junho a 31 de julho), os selecionados irão desenvolver os aplicativos propostos, com sessões de tira-dúvidas e mentoria online técnica e pedagógica durante todo o mês de julho. Ainda nesta etapa, os protótipos de aplicativos passam por teste nas escolas do dia 1º a 30 de agosto.

Por fim, a terceira etapa contempla uma cerimônia de certificação e entrega da bolsa de benefício para cada participante na semana de 24 a 28 de setembro, em local a ser definido.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail