Estudantes de arquitetura desenvolvem abrigos para moradores de rua

Estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Sul da Califórnia desenvolveram uma série de abrigos para pessoas em situação de rua, variando de modelos que consistem em um carrinho de mercado que foi convertido em uma tenda até uma pequena casa feita de entulho.

Nomeado de Homeless Studio (Estúdio Sem-teto, em tradução livre), o projeto teve como objetivo investigar o papel do arquiteto no problema que é a falta de habitação para todos, com o foco na elaboração de soluções para uma população sem-teto que está em rápido crescimento em Los Angeles e nas redondezas.

projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-02

“Existem cerca de 47 mil pessoas em situação de rua em Los Angeles, um número que cresceu 5,7% desde 2015,” diz a organização. “Nos EUA, existem mais de 500 mil pessoas sem-teto e a necessidade de soluções voltadas para abrigar essas pessoas cresce a cada dia.”

Durante um semestre, o grupo de alunos desenvolveu projetos que vão desde abrigos móveis até a concepção de um complexo habitacional modular.

O primeiro projeto pedia que os alunos desenvolvessem abrigos “nômade”, que pudessem ser recolhidos e reagrupados em uma variedade de contextos. “Os materiais disponíveis para esse projeto eram limitados a itens que poderiam ser encontrados facilmente por pessoas que moram nas ruas, como um carrinho de compras ou uma caixa de madeira,” disse o time.

projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-01

Então, os estudantes desenvolveram três micro habitações como parte de um workshop liderado pelo artista Gregory Kloehn, um artista que vive em Oakland (cidade da Califórnia) e é um construtor de pequenas casas. Os estudantes tiveram que buscar o material para construir suas habitações nas ruas da cidade. Rodas, fechaduras e parafusos eram os únicos materiais que poderia ser comprados.

Após isso, o grupo trabalhou em conjunto no projeto final: 30 camas/abrigos para o projeto Hope of the Valley Rescue Mission.

O time desenvolveu uma vila que consistia em unidades modulares de 8,5m². Algumas contém quartos, enquanto outras são combinadas para formar um toaletes e salas de convivência. O complexo também foi desenvolvido para ter terraços e pátios.

“O Homeless Studio foi criado para investigar soluções que são importantes e urgentes para nossas cidades,” disse Sofia Borges, uma das mentoras do projeto. “Como designers, nós temos o poder de fazer a diferença, e os estudantes aprenderam isso durante esse semestre.”

Para conhecer o resultado final das construções, confira as imagens abaixo:

projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-01
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-02
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-08
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-14
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-09
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-10
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-11
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-12
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-13
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-04
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-07
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-06
projeto-habitacao-sem-teto-arquitetura-design-universidade-california-800-05

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail