Design for the Mind: Móveis para pessoas com doença de Alzheimer

Estudantes do Instituto Pratt (Nova York, EUA) criaram uma série de móveis e acessórios para casa voltados para pessoas que sofrem de perda de memória, causada pela doença de Alzheimer. Batizado de Design for the Mind (Design para a Mente, em tradução livre), o projeto é uma colaboração entre o Instituto Pratt, o museu Cooper Hewitt e a ONG CaringKind.

Para a concepção dos objetos, os estudantes de Design de Produto trabalharam em conjunto com médicos especialistas e conversaram com pacientes com Alzheimer e também cuidadores. Cada um dos itens foi criado com a intenção de auxiliar os pacientes nas tarefas do dia a dia, ou ajudar a evitar situações complicadas ou confusas.

“Objetos e móveis são entendidos não apenas como itens esteticamente agradáveis, mas também são responsáveis por produzir relacionamentos, pensamentos, ideias e estilos de vida,” diz a escola na apresentação do projeto.

A série de itens inclui o Mirror Table (Espelho Mesa, em tradução livre), feito por Sean Wang, que ajuda os usuários a reaprender simples tarefas imitando as ações dos outros. O cuidador se senta ao lado oposto do paciente para que eles se vejam por uma moldura aberta, e realiza atividades como escovar os dentes ou pegar comida de um prato usando talheres.

“As pessoas aprendem ao copiar outras pessoas,” diz Sean. “Em estágios mais avançados do Alzheimer, tarefas comuns como comer e cuidar da própria higiene podem ser esquecidas e precisam ser reaprendidas o tempo todo.”

Já o Sun/Moon Clock (Relógio Sol/Lua, em tradução livre) de Jeff Yang foi desenvolvido com o intuito de ajudar na hora de definir se é dia ou noite. Um luz ilumina o relógio reproduzindo o formato do Sol ou da Lua, dependendo da hora do dia.

“A percepção de noite e dia é pensada como uma tarefa simples, Mas para pessoas com Alzheimer, o amanhecer e o anoitecer são coisas difíceis de se distinguir,” diz Jeff. “A lua crescente aparece à noite e o brilho caloroso do Sol aparece ao amanhecer para ajudar as pessoas a entender perceptivamente se é dia ou noite.”

Aaron Ethan Green desenvolveu um organizador de roupas para simplificar o ato de se arrumar. Os compartimentos de armazenamento suspensos separam roupas diferentes de forma que sua visualização e acesso seja fácil. Além disso, elas são divididas por cor e por dia da semana, como um organizador de medicamentos.

“Para muitas pessoas com Alzheimer, lembrar de trocar de roupa é um desafio,” diz Aaron. “Esse produto é voltado para a resolução desse problema, combinando a praticidade de um organizador semanal de medicamentos com um sistema display suspenso de roupas.”

Outros produtos da coleção incluem invenções como uma gaveta desenvolvida para esconder utensílios de cozinha afiados, uma cobertura para parede feita de velcro que permite deixar objetos grudados à vista de todos, papel de parede tátil, um andador com um jardim portátil e também uma cadeira que “dá abraços”.

Para conhecer as invenções, confira as imagens abaixo:

design-for-the-mind-instituto-pratt-alzheimer-inova-social-01

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-02

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-06

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-04

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-07

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-03

design-for-the-mind-pratt-institute-instituto-alzheimer-inova-social-05

 

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail