Tecnologias de Black Mirror na vida real

Black Mirror é uma série de ficção científica que se passa em um futuro distópico e reflete o lado sombrio das telas e da tecnologia, destacando como algumas tecnologias podem afetar nosso cotidiano. Seja por tecnologias tão simples quanto ter classificações em pontos para cada pessoa, ou tão complicadas quanto copiar a consciência de alguém e transformá-la em assistentes pessoais, Black Mirror é uma obra intrigante e surpreendente. E mais surpreendente do que ver as tecnologias em ação na série é saber que algumas delas não estão apena na obra de ficção de Charlie Brooker.

Todos os episódios de Black Mirror estão disponíveis na Netflix e a estreia de sua quinta temporada está marcada para o próximo dia 5 de junho. Hoje, você conhecerá 5 tecnologias de Black Mirror que existem na vida real.

Sistema de Classificação Social

tecnologias-black-mirror-vida-nosedive-01

Em “Nosedive” é mostrado o impacto que um sistema de classificação social pode ter sobre os indivíduos. Todos ao redor do mundo podem avaliar suas interações em até 5 estrelas, seja nas redes sociais ou até mesmo pessoalmente, através de implantes em seus olhos. A sua nota pode ser vista por todos e, quanto maior for sua classificação, mais oportunidades você terá. Uma classificação alta, por exemplo, pode permitir que você ganhe um desconto no aluguel de um apartamento um condomínio de alto padrão e tenha acesso aos melhores modelos automotivos na hora de alugar um carro.

Algo muito semelhante já está acontecendo na China. O “sistema de crédito social” destina-se a classificar cada um dos 1,3 bilhão de cidadãos chineses com base em seu comportamento. O programa foi introduzido pela primeira vez em 2014 — por enquanto, trata-se de um projeto piloto do qual participam oito companhias chinesas — e a ideia é que o sistema de pontos esteja em completo funcionamento até 2020. Os detalhes sobre quais ações aumentam ou diminuem as pontuações são secretos, mas o que mais preocupa é o tipo de ação que pode diminuir a classificação de uma pessoa.

tecnologias-black-mirror-vida-nosedive

Segundo o Conselho de Estado chinês, o sistema de o crédito social visa “criar um ambiente na opinião pública em que a confiança será valorizada”, mas nem tudo são flores. Caso sua classificação social fiquei muito baixa, o cidadão pode ser banido no sistema ferroviário do país, pode ter seus animais de estimação retirados, além de ficar impedido de frequentar de hotéis de luxo, de ter acesso a determinadas vagas de emprego e até mesmo de matricular seus filhos em determinadas escolas. Enquanto isso, uma boa pontuação poderá garantir ao cidadão uma série de benefícios, que vão desde descontos em hotéis ou aluguel de carros até acesso a apólices de seguro.

Mas não pense que esse cenário onde pessoas são avaliadas por pontos é um cenário apenas de Black Mirror e da China. Você, leitor do InovaSocial, também passa por uma série de avaliações diariamente. Nas redes sociais, nos aplicativos de transporte, nas plataformas de compra e venda, nos sistemas de crédito.

Cães Robôs

O episódio “Metalhead” descreve um cenário pós-apocalíptico onde cães de guarda robóticos estão no controle. Os robôs são totalmente autônomos e são capazes de rastrear alvos e se recarregar. Eles também são extremamente rápidos e podem ultrapassar a velocidade de um carro.

tecnologias-black-mirror-vida-real-robot-dog-boston-dynamics

Enquanto cães robôs totalmente autônomos não existem — ainda — a Boston Dynamics tem uma variedade de cães robôs. Uma de suas primeiras criações é o BigDog, um robô extremamente ágil e durável, com quase um metro de altura e mais de 100kg. O BigDog possui uma variedade de sensores e é capaz de navegar em uma ampla gama de terrenos.

No entanto, ele não tem a velocidade dos robôs de Black Mirror e só pode trotar a cerca de 3km/h. Diferente do, Cheetah Robot, que pode atingir velocidades de até 45km/h, um pouco mais rápido do que Usain Bolt. Talvez seja até possível escapar do BigDog; já do Cheetah Robot, não.

Abelhas Robôs

Em “Hated in the Nation” uma investigação sobre uma série de mortes misteriosas ligadas às mídias sociais é levada às abelhas robôs. Essas abelhas são hackeadas e instruídas a matar pessoas que são identificadas por uma hashtag no Twitter.

Felizmente, não temos exatamente a invenção de Black Mirror na vida real, mas a Universidade Harvard tem abelhas robôs desde 2013. A RoboBee se desenvolveu ao longo dos anos, possui a capacidade de voar e de mergulhar dentro e fora d’água; embora a RoboBee não possa polinizar culturas, os pesquisadores acreditam que em 10 anos os RoboBees poderão polinizar artificialmente um campo inteiro.

Entrega de pizzas por vans autônomas

tecnologias-black-mirror-vida-real-entrega-carro-autonomo-pizza-hut

Em “Crocodile”, somos apresentados a uma realidade em que van autônomas realizam entregas de pizzas, o que parece algo incrível (apesar dos desdobramentos sombrios e violentos que são causados a partir de um incidente com uma dessas vans). No ano passado, a Pizza Hut apresentou seu primeiro “veículo de conceito de entrega totalmente autônomo”. Desenvolvido em uma parceria com a Toyota, o e-Palette é um veículo automatizado que pode atender a uma variedade de necessidades, embora não tenha data de lançamento previsto até 2020.

Mas a Pizza Hut não está sozinha nessa corrida. A Ford norte-americana, em parceria com a Domino’s, estão realizando testes para usar o Fusion autônomo nesse serviço de delivery de pizzas. Já foram realizados testes nas cidades de Michigan e da Flórida, e a Ford planeja iniciar a produção de carros com essa tecnologia em 2021.

Casas Inteligentes

tecnologias-black-mirror-vida-real-cookie-jon-hamm

O especial ‘White Christmas’ é o episódio mais longo de Back Mirror e ele foi dividido em três histórias. Uma das tecnologias apresentadas no especial é um “cookie” que usa a consciência de uma pessoa para controlar uma casa e agir como um Assistente Pessoal. Podemos não estar no nível de literalmente inserir nossa em um dispositivo para administrar nossa casa, mas há assistentes pessoais inteligentes, como Alexa e Google Home, que podem controlar diversos elementos de uma casa — como o ar-condicionado, a temperatura dos pisos, as cortinas, a música, a máquina de café, etc.

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail