Privacidade, robótica e população: 3 TEDs sobre o nosso futuro

Estamos chegando ao fim de mais um ano e, como já virou tradição, todos os anos lançamos um texto sobre tendências para o ano vigente (veja aqui a edição 2018). Para você, caro leitor(a) do InovaSocial, já ir esquentando os motores para o nosso artigo em 2019, hoje traremos uma série de TED talks sobre tecnologias disruptivas e que podem mudar as nossas vidas no futuro próximo. Confira abaixo três vídeos sobre robótica, privacidade e surto populacional:

Quando a tecnologia puder ler nossas mentes, como nós vamos proteger a nossa privacidade?

Ler pensamentos parece algo extraído de um filme/livro de ficção científica, mas isso já é possível. Talvez não do jeito que você esteja imaginando, mas já possível “ler” atividades elétricas do nossos cérebros. A bioeticista Nita Farahany, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, levanta questionamentos sobre como viveremos neste novo mundo, onde pensamentos podem virar moeda para descontos e/ou acessos à serviços.

Por que nós temos uma conexão emocional com robôs?

Você faz carinho no seu computador? Pede desculpas para o seu celular quando derruba-o no chão? Então por quê temos dó de um robô quando ele é empurrado? A dra. Kate Darling, especialista em ética robótica e pesquisadora do MIT Media Lab, explica o porquê, mesmo estando longe de desenvolver robôs que sintam emoções, já temos sentimentos em relação a eles.

Como nós sobreviveremos quando a população atingir os 10 bilhões?

Charles Mann é “apenas” um jornalista científico e nós não somos espécie especial, somos um surto. Neste TED cheio de ironia e bom humor, Mann levanta questões sobre como sobreviveremos com 10 bilhões de pessoas vivendo na Terra (segundo muitos especialistas, isso deve acontecer até 2050).

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail