Reconectados: A tecnologia nos aproxima, mas a vida acontece fora das telas

Você já se viu em um looping infinito onde seu cartão de crédito reflete uma rotina que se resume a Uber e iFood (ou 99, Rappi, Uber Eats e afins)? Já passou horas emburrado com alguém por causa de uma mensagem de WhatsApp mal interpretada? E será que aquela discussão no grupo da família ou do prédio aconteceria se você estivesse conversando com aquelas pessoas “na vida real”?

A tecnologia já me ajudou andar por cidades novas, já permitiu que eu fizesse reuniões importantes com pessoas do outro lado do mundo e, diariamente, permite que eu trabalhe de qualquer lugar do mundo. Sem dúvidas, a tecnologia une pessoas e facilita nossas vidas em diversos aspectos. Enquanto isso, por outro lado, há os que a demonizam e afirmam veementemente que os tempos eram muito melhores antes de tudo isso. Mas a verdade é que o pontapé inicial já foi dado e não há outro lugar para onde andar, a não ser para frente. E “equilíbrio” é a palavra-chave dentro de todo esse contexto.

Segundo uma pesquisa encomendada pela Samsung à Mind Miners, na qual foram ouvidos 400 consumidores de diferentes perfis – jovens adultos, millennials e integrantes de jovens famílias (35+) –, mais de 66% dos respondentes afirmaram que não conseguiriam ficar sem usar um aplicativo de mensagens. Segundo prévia do estudo, 94,8% dos respondentes disseram usar o celular mais de dez vezes por dia. Millennials usam um pouco mais, 96,2%. Além disso, 64,3% dos entrevistados concordam que a tecnologia nos afasta do contato físico com as pessoas. Ao mesmo tempo, quase 78% dos participantes acreditam que a comunicação virtual permite estar em contato com as pessoas de forma constante, mas às vezes dificulta a compreensão das mensagens, o que pode gerar mal-entendidos.

“As primeiras análises desse estudo revelam números impressionantes e serviram de base para dar início ao novo conteúdo da marca Samsung, que pretende retratar, por meio de histórias inspiradas no cotidiano, como as pessoas usam a tecnologia e de que forma elas podem melhorar essa relação e a sua própria vida fora das telas”, diz Andréa Mello, Diretora de Marketing Corporativo e Consumer Electronics da Samsung Brasil.

Junto à divulgação do estudo, a Samsung também lançou a websérie “Reconectados”, conteúdo original da marca que aborda o uso consciente da tecnologia e incentiva as pessoas a se reconectarem com a vida fora das telas, tirando o melhor dos dois mundos: online e off-line. “Reconectados” chega para reforçar o papel facilitador da tecnologia, além de incentivar o uso consciente dos recursos tecnológicos em geral.

A websérie conta com 3 episódios que, apesar de rápidos, são muito divertidos e retratam situações que muitos já passaram (ou pelo menos conhecem alguém que já passou).

Um dos episódios, intitulado “Delivery”, tem como tema principal o uso cada vez mais frequente da tecnologia em atividades corriqueiras, como pedir refeições por meio de aplicativos. Outro capítulo da série, chamado “Grupo de Condomínio”, foca em como as pessoas podem tirar o melhor proveito da tecnologia sem deixar que ela interferira em suas interações pessoais. Já o episódio “Erro de Digitação”, fala sobre como a dependência tecnológica pode gerar ansiedade por respostas imediatas, como acontece quando estamos conectados aos aplicativos de mensagens.

Para conferir a websérie Reconectados, assista aos episódios abaixo:

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail