Assista a Purl, um curta-metragem da Pixar sobre masculinidade tóxica no ambiente de trabalho

Em seu primeiro curta-metragem lançado para o YouTube, a Pixar falou diretamente com os adultos sobre masculinidade tóxica. A mensagem de inclusão e diversidade de gênero no curta-metragem é tão inspiradora e impressionante quanto o que estamos acostumados a ver na Pixar.

O curta-metragem se chama Purl e foi escrito e dirigido por Kristen Lester e produzido por Gillian Libbert-Duncan. A história segue um novelo de lã rosa em seu primeiro dia de trabalho na B.R.O. Capital, que começa seu dia ansiosa e empolgada dar o seu melhor. No entanto, ela é rapidamente colocada de lado no ambiente de trabalho, simplesmente por não se encaixar na cultura masculina de escritório. Para se encaixar, ela se força a entrar no padrão e deixa sua feminilidade de lado com o objetivo de ter sucesso no local de trabalho. E essa é uma história com a qual muitas mulheres – e até mesmo homens – podem se identificar.

No vídeo “Meet the Filmmakers” da Pixar, a diretora Kristen Lester explicou como Purl se foi inspirado em sua experiência pessoal, em animação.

“Em meu primeiro emprego eu era única mulher no escritório e, para fazer o que amava, meio que me tornei um dos caras”, revelou a cineasta. “Então eu vim para a Pixar e comecei a trabalhar em equipes com mulheres pela primeira vez, e isso me fez perceber o quanto eu havia escondido e deixado para trás meu lado feminino.”

Embora Purl seja muito mais direcionado ao público adulto do que os outros filmes da Pixar, o curta traz uma mensagem importante que as crianças devem aprender desde jovens: a diversidade de gênero no local de trabalho é algo essencial, onde todos só têm a ganhar – tanto o time, quanto a empresa como um todo.

Assista ao curta-metragem abaixo:

__

Créditos: Imagem Destaque – Pixar

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail