ODS 04: Documentários que vão abrir seus olhos para problemas educacionais que precisam ser resolvidos ao redor do mundo

Hoje, para ilustrar melhor importância de cada uma das metas do ODS nº 04 – Educação de Qualidade –, trazemos hoje uma lista com documentários que abordam diversas temáticas acerca dos problemas relacionados à educação que o mundo enfrenta até hoje. O quarto objetivo da Agenda 2030 é assegurar educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos.

Você pode conferir as metas do objetivo nº 04 neste link.

Diversas partes do mundo enfrentam problemas relacionados à educação: meninas tendo seu acesso ao estudo negado, falta de boas instalações físicas para educação, entre outros problemas que países em desenvolvimento e países menos desenvolvidos enfrentam diariamente. E até mesmo o outro lado, com problemas enfrentados também em países desenvolvidos, como crianças e adolescentes que têm amplo acesso ao ensino, mas acabam desenvolvendo transtornos como ansiedade e depressão extremamente cedo, devido à pressão excessiva exercida por pais e instituições de ensino.

A primeira coisa que precisamos fazer para enfrentar o problema, é entender sua dimensão e reconhecer todos os pontos que esse problema engloba. E acreditamos que documentários são uma ótima ferramenta para isso; então, reserve um tempo para conferir nossas sugestões. Elas podem até não apresentar a solução que tanto buscamos, mas com certeza iniciam conversas e abrem nossos olhos para aquilo que muitas vezes pode não fazer parte de nossa realidade, mas precisa receber nossa atenção o quanto antes.

  • Malala (Netflix / Amazon Prime Video / Google Play)

Indicado ao Oscar 2015 para o prêmio de melhor documentário, Malala conta a história de Malala Yousafzai, que, aos 15 anos, foi baleada por defender o acesso de meninas à educação no Paquistão. Após ter milagrosamente sobrevivido ao atentado, Malala é vencedora do Nobel da Paz e segue promovendo igualdade de gênero através da Fundação Malala.


  • Daughters of Destiny (Netflix)

Desde 1997, a escola Shanti Bhavan oferece educação grátis para algumas das crianças mais carentes e sub-representadas da Índia – os “mais pobres entre os pobres”. Em Daughters of Destiny: The Journey of Shanti Bhavan, a diretora Vanessa Roth conta a história inesquecível de uma escola que mudou inúmeras vidas para melhor. Com sorte, pode até inspirar outros a fazerem o mesmo.


  • Race to Nowhere (Amazon Prime Video)

Race to Nowhere é um dos documentários mais assistidos na Netflix EUA, escrito por Maimone Attia e dirigido por Vicki Abeles e Jessica Congdon. Parte do poder de Race to Nowhere está em sua história pessoal. A ideia do filme surgiu a partir do momento em que Vicki Abeles descobriu que a pressão da escola, lição de casa, tutoria e atividades extracurriculares estão fazendo com que sua filha, estudante do ensino médio, ficasse fisicamente doente. Ver sua filha, uma adolescente aparentemente normal, sendo diagnosticada com uma doença causada pelo stress foi um doloroso alerta e, ao mesmo tempo, um catalisador de mudanças.


  • Girls Rising (Amazon Prime Video)

Com direção de Richard E. Robbins e narração de Anne Hathaway, Cate Blanchett, Maryl Streep – entre outras importantes vozes do cinema mundial –, o filme conta as histórias de nove meninas, de nove países diferentes (Serra Leoa, Haiti, Etiópia, Afeganistão, Peru, Egito, Nepal, Índia e Camboja). Cada garota teve sua história escrita por um escritor de seu país, ganhando vida na voz de renomados atores e atrizes. E essas histórias refletem suas lutas para superar barreiras sociais e culturais.


  • On The Way To School (Amazon Prime Video)

Ir para a escolha pode ser muito mais complicado e perigoso do que simplesmente entrar em um ônibus escolar. Para as crianças retratadas no documentário (no Quênia, na Argentina, no Marrocos e na Índia) para chegar até a escola é preciso andar a cavalo, cruzar rios, andar por montanhas traiçoeiras e atravessar savanas habitadas por leões e elefantes. Ainda assim, essas crianças não estão preocupadas com os perigos presentes no caminho da escola. Sua única preocupação é chegar lá a tempo.


___
Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail