Conheça as iniciativas que estão gerando impacto social no Amazonas e no Pará

O Brasil é um país com mais de 200 milhões de habitantes que se espalham por 8,5 milhões de km². Nós somos o quinto maior país do mundo e todo esse tamanho abriga uma diversidade enorme de espécies, ecossistemas, culturas e oportunidades. E todas essas características diferentes que cada ponto do país possui pede, também, iniciativas diferente. Cada vez mais, é preciso reforçar a importância em destacar projetos que atuam com o objetivo de gerar impacto social, de Norte a Sul, de Leste a Oeste.

E hoje, especialmente, vamos falar sobre algumas iniciativas que estão gerando um impacto positivo na região Norte do país – mais especificamente, no Amazonas e no Pará. Confira nossa lista e sinta-se livre para contribuir, nos comentários ao final desta publicação, destacando mais projetos que atuam nessa e em outras regiões do Brasil!

Amazonas

O Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) é uma organização não governamental sem fins lucrativos, que desenvolve um trabalho integrado, compreendendo uma atuação de base, no contato com produtores rurais e comunidades tradicionais, até a formulação de políticas internacionais, atuando junto a organizações que trabalham com clima e desenvolvimento sustentável.

Impact Hub Manaus acredita que um mundo melhor é criado através das realizações conjuntas de indivíduos criativos, comprometidos, apaixonados e focados em propósito comum. É um espaço que fomenta empreendedorismo e inovação social na prática, por meio de cursos, eventos e coworking.

Plataforma criada com o objetivo de fomentar a agricultura familiar, conectando produtores rurais e consumidores, possibilitando negociações justas para ambos.

A Cooperativa dos Criadores de Abelhas Indígenas da Amazônia em Boa Vista do Ramos (COOPMEL) foi criada em 2007 e é formada por é formada por 72 cooperados que iniciaram suas atividades com a meliponicultura há 15 anos, para viabilizar a produção e comercialização de seus produtos e atender uma exigência do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Para a produção do mel da COOPMEL é terminantemente proibida a derrubada de árvores, seja para retirada de enxames ou coleta de mel, ou para qualquer outro fim. Ao contrário, os cooperados ajudam as abelhas e a floresta, plantando árvores que fornecem alimento para as abelhas. Em 2016, a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) inseriu, pela primeira vez, o mel de abelhas nativas sem ferrão na merenda escolar de alunos da rede pública estadual de ensino em todo o estado.

Pará

Nascida em 31 agosto de 2009, a marca de acessórios Da Tribu tem na produção familiar seu princípio motor e leva para cada coleção novas formas de organização, propostas pelos membros de uma tribo formada por mãe e filhos. Cada peça criada pela artesã Kátia Fagundes, traz os conceitos de sustentabilidade e afetuosidade, onde o colorido e a alegria são as marcas principais.

Localizada no delta do Rio Amazonas, a 100% Amazônia é especialista em produtos de base florestal renovável não-madeireira provenientes da mais rica biodiversidade do planeta e ajuda a transformá-los nos melhores ingredientes para a indústria de suplementos alimentares, bebidas e cosméticos. Respeitando a cultura local e gerando renda para as comunidades tradicionais e indígenas, a 100% Amazônia quer construir uma ponte entre a natureza e o ser humano, ao estimular uma consciência sustentável na floresta.

O Instituto Tupinambá é uma ONG fundada em 2011, que atua na comunidade da Baia do Sol – Mosqueiro (Belém), trabalha com Economia Solidária e Empreendedorismo Social. Tem como objetivo a difusão e multiplicação da metodologia de Bancos Comunitário e Finanças Solidárias assim como a promoção do desenvolvimento socioeconômico de comunidades excluídas através dos instrumentos da Economia Solidária. Facilitar a geração de trabalho e renda através do empreendedorismo social, tendo como estratégia o desenvolvimento local a partir da organização em rede de produtores e consumidores.

O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e tem como missão facilitar processos de fortalecimento da organização social e da valorização da sociobiodiversidade para que as populações extrativistas e os agricultores familiares da Amazônia sejam protagonistas de sua realidade. Com 20 anos de atuação e sede em Belém, o Peabiru atua nacionalmente, com atenção para a Amazônia Oriental – Pará (Marajó, ao Salgado Paraense e Belém Ribeirinha), Amapá e Maranhão.

___

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Envie uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail