Grace & Frankie é uma série extremamente importante para todas as gerações

Grace e Frankie, da série homônima da Netflix que estreou sua quinta temporada no mês passado, são personagens que demonstram que as séries de hoje em dia não precisam contar a vida de jovens para serem relevantes, emotivos e até mesmo engraçados.

Estamos acostumados a assistir a sitcoms sobre amigos e passando por relacionamentos, trabalho e família em todos os tipos de situações – desde clássicos como Seinfeld e Friends, até as séries mais recentes, como The Big Bang Theory e Brooklyn Nine-Nine – mas enquanto Grace & Frankie tem um formato formato similar a esses títulos, essa é uma série que também se destaca por ousar fazer algo novo.

No lugar de se concentrar em personagens em seus 20 ou 30 anos, Grace & Frankie conta a história de um personagem que geralmente é deixado de lado: a mulher em seus 70 anos.

E, junto a elas, temos um elenco inteiro de personagens mais velhos, como Sol e Robert – os ex-maridos de Grace e Frankie, os amigos/amantes que pedem o divórcio para seguirem suas vidas como um casal nos primeiros minutos da trama, dando início à nova vida das personagens interpretadas por Jane Fonda e Lily Tomlin. Grace & Frankie fala sobre idade como uma parte natural da vida e não permite que seus personagens voltem atrás de nada.

Enquanto séries e novelas frequentemente deixam os personagens mais velhos em papéis unidimensionais, Grace e Frankie são livres para explorar todas as diferentes facetas de suas vidas – o que é algo com o qual, surpreendentemente, muitas pessoas podem se identificar, até mesmo espectadores com seus 20/30 anos.

A série faz um ótimo trabalho ao quebrar o estereótipo de pessoas idosas apenas sendo sábias ou entediantes, lembrando que todo ser humano está sempre se desenvolvendo e crescendo de várias formas, e Grace e Frankie não são diferentes. É claro que elas sempre têm muita sabedoria para compartilhar com seus filhos e com o resto do mundo; mas em vez de fazerem isso sentadas em cadeiras de balanço, elas constroem uma empresa, iniciam novos relacionamentos e até ajudam no nascimento de seus netos, mostrando que qualquer idade pode ser o momento de novos começos.

Grace & Frankie é uma série que fala sobre questões da idade, romance, sexo e família, e destemidamente fala sobre o feminismo e a homossexualidade através dos olhos de uma geração mais velha e de mente aberta, mostrando a nova cara da terceira idade – que é algo totalmente diferente do que vimos nos último anos. Grace e Frankie também experimentam relacionamentos românticos durante a série, mostrando como é viver os novos relacionamentos, o romance e o sexo em suas novas formas – mental e fisicamente – e também fala sobre como essas questões estão intimamente ligadas à sua família, seu futuro e sua autoestima.

E quando falamos que qualquer pessoa, independente da idade, pode se identificar com as personagens principais da série, é porque passar por desafios como ser forçado pelas circunstâncias a mudar o estilo de vida, ou mesmo aprender a lidar com novos relacionamentos, são coisas que todos experimentam, seja nos seus 20, 30, 40, 70 anos…

Ver Grace e Frankie encontrando soluções para seus problemas é algo que vai além do entretenimento, é uma demonstração de que nunca é tarde demais para tentar algo novo. Sempre há algo para ser aprendido ou vivido.

A série também é uma vitória na indústria de atuação, onde atores e atrizes são rotineiramente tipificados por causa da idade – especialmente mulheres. É maravilhoso ver as atrizes Jane Fonda e Lily Tomlin, que são tão talentosas e fizeram um ótimo trabalho em sua juventude, brilharem em papéis que tiram proveito de seus conhecimentos.

Quantas vezes chegamos a ver mulheres de 70 anos em relacionamentos tão gratificantes e românticos quanto os romances juvenis? Quantas vezes a velhice já foi ser explorada em todas as suas complexidades, de uma forma que não é nem degradante nem superficial, mas retrata-a como algo natural e até engraçado? Podemos arriscar em dizer: nunca.

Mesmo com as dificuldades em suas vidas, Grace e Frankie dão ao público mais jovem uma perspectiva e também pessoas com quem se identificar, não importando a idade delas. Afinal, à medida que procuramos histórias que representem todas as áreas da sociedade, devemos lembrar também das gerações mais antigas – há muito para se aprender com a história dessas pessoas e talvez Grace & Frankie seja uma boa forma de começar!

__

Gostou do texto e quer fazer parte da nossa comunidade? Mande uma sugestão de pauta, um texto autoral ou críticas sobre o conteúdo para contato@inovasocial.com.br.

Deixe uma resposta

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail