Forest: O app que te ajuda a ficar longe do celular enquanto te inspira a plantar árvores

Eu vivo grudada no celular. Ele não é minha principal ferramenta de trabalho, mas é uma das minhas principais fontes entretenimento – o que faz com que, muitas vezes, isso seja o maior problema da minha produtividade. Eu não diria que sou viciada em celular, eu consigo ficar longe dele por horas, não deixo as pessoas falando sozinhas porque me distraí com alguma mensagem ou algum post no Instagram, mas ele atrai minha atenção facilmente nos momentos em que mais preciso ser produtiva. E esse é o problema.

Já testei várias ferramentas de produtividade e, inclusive, já falei sobre esse assunto aqui. Agora chegou a vez de falar sobre o Forest, um aplicativo que descobri recentemente e tem se mostrado muito efetivo.

Com a missão simples de ajudar os usuários a “manter o foco”, o Forest ajuda o usuário a gerenciar seu tempo e se tornar menos dependente de seu celular de uma forma divertida e interessante. Ao passar um tempo longe de seu celular, o usuário cultiva árvores virtuais e ganha moeda, que podem ser usadas para ajudar a plantar árvores reais em cinco países da África – Camarões, Quênia, Senegal, Uganda e Tanzânia.

O Forest está disponível para iOS (R$ 7,90), Android (gratuito) e também em formato de extensão do Google Chrome.

Para plantar árvores reais em todo o mundo, o aplicativo faz parceria com a Trees for the Future – uma organização sem fins lucrativos que trabalha para acabar com a fome e a pobreza plantando árvores que ajudam a alimentar famílias em situação de vulnerabilidade social. Mas entender como o aplicativo e a parceria em si funcionam exige um pouco mais de explicação, então vamos nos aprofundar nessas questões a seguir.

Bem-vindo à sua floresta virtual

Após baixar o Forest, todos os usuários iniciantes são apresentados a um conjunto simples de instruções. O aplicativo explica que incentivará os usuários a manter o foco e a estarem mais presentes em suas vidas diárias, plantando árvores virtuais. As árvores plantadas no aplicativo levam um certo tempo para crescer – o que você pode personalizar dependendo de quanto tempo você deseja ficar longe do celular – mas como as árvores só podem crescer se o aplicativo permanecer aberto, as pessoas precisam largar seus aparelhos se quiserem que sua floresta virtual cresça.

Para plantar uma árvore virtual, é preciso primeiro definir um cronômetro. O tempo mínimo disponibilizado é de 10 minutos e o máximo é de 120 minutos. Durante o tempo definido, sua árvore virtual irá crescer, desde que você não mexa no celular.

Outro recurso interessante que as versões para iOS e Android possuem é o som. É possível ativar um som de “Chuva na Floresta” e comprar novos sons na loja do aplicativo – como “Café em Paris”, “Chuva e trovão” e “Times Square”. Eu, particularmente, gosto bastante de trabalhar ouvindo sons da natureza ou até mesmo white noises que me ajudam a me desconectar do mundo externo e focar em alguma tarefa que pede mais raciocínio; mas prefiro usar minha playlist no Spotify para isso (clique aqui para conferir).

review-forest-app-foco-inovacao-social-inovasocial-01

Plantando uma árvore virtual

Ao colocar o cronômetro para rodar, o botão “Desista” aparece logo na parte inferior da tela e você pode pressioná-lo a qualquer momento, para abandonar sua missão em busca de momentos de “atenção plena”, mas saiba que isso fará com que a pergunta cheia de culpa seja desencadeada: “Tem certeza de que deseja desistir? Sua linda e pequena árvore morrerá.”

Caso você deixe o Forest para usar qualquer recurso externo do celular, uma árvore morta aparecerá na sua floresta virtual para servir como lembrete de que você desistiu. Os minutos em que você permaneceu no aplicativo serão contados no tempo total de foco diário, mas você não receberá nenhuma moeda por eles.

Além disso, também é possível ativar o modo “Plantar Juntos”, que pode ser usado por equipes. Se uma pessoa deixar sua árvore morrer, as árvores plantadas por outras pessoas vão morrer também.

E, sim, estamos falando de uma árvore virtual, ela não existe. Mas, apesar de parecer algo muito bobo, essa gamificação é o suficiente para fazer com que você pense duas vezes antes de se deixar distrair pelo celular.

O aplicativo também permite que você faça pausas (o que é muito importante) e também é possível configurar até cinco lembretes de plantio durante um dia, para que você não se esqueça de usar a ferramenta.

review-forest-app-foco-inovacao-social-inovasocial-02

Plantando uma árvore real

Árvores reais também podem ser plantadas, mas isso requer tempo – ou dinheiro adicional investido no aplicativo. O processo funciona da seguinte forma: a que cada vez que um usuário gasta 2.500 moedas virtuais em uma árvore real, o Forest doa dinheiro real para a Trees for the Future, que usa esse dinheiro para plantar uma árvore na África.

Infelizmente, devido à restrição orçamentária, o número de árvores reais que cada usuário pode plantar no momento, através do aplicativo, é limitado a cinco. O Forest assegura aos usuários que, no futuro, haverá eventos de tempo limitado que permitirão que os usuários plantem mais árvores reais. Ainda assim, plantar “apenas” cinco árvores é muito mais produtivo do que não plantar.

No fim das contas, vale a pena?

Eu uso a versão do Forest para iOS, ou seja, paguei R$ 7,90 por ele – e eu raramente pago por aplicativos. Por isso, esse é um ponto muito importante a se considerar: vale a pena?

Sim, vale.

Após usar o Forest por apenas alguns dias, senti que fiquei muito mais focada em determinadas tarefas. E tenho usado não apenas durante o trabalho, mas essa também tem sido uma ferramenta muito útil até mesmo em momentos de lazer, como durante a leitura de um livro. E, se você é do tipo que gosta de usar o celular até na hora de dormir, o Forest pode ser uma boa opção para fazer com que você se desconecte nesse momento. Mas vale lembrar que os criadores do Forest também desenvolveram o aplicativo SleepTown, criado especificamente para ajudar o usuário a criar padrões de sono mais saudáveis.

Confesso que o Forest excedeu minhas expectativas e realmente vem me ajudando a desconectar do celular nos momentos em que realmente preciso.

Além de ser divertido ver minha floresta crescer a cada dia, a ideia de trabalhar para viabilizar o plantio de uma árvore real é algo motivador e que me incentiva a usar o aplicativo a longo prazo.


Para saber mais e baixar o Forest, clique aqui.


Se você gostou dessa publicação, também irá gostar de:

Receba conteúdo exclusivo

Para não perder os próximos conteúdos do InovaSocial e receber materiais exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Insira o seu e-mail